A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

15/03/2016 14:49

Mercadante poupa Dilma e nega tentativa de evitar delação de Delcídio

Waldemar Gonçalves
Ministro da Educação, Aloizio Mercadante (Foto: Reprodução / Agência Brasil)Ministro da Educação, Aloizio Mercadante (Foto: Reprodução / Agência Brasil)

“A responsabilidade é só minha, a iniciativa foi minha”, disse o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, na tarde desta terça-feira (15), sobre gravações em que teria tentado evitar a delação do senador Delcídio do Amaral. Ele nega que tenha sido orientado pela presidente Dilma Rousseff (PT) para oferecer ajuda ao parlamentar.

Conforme publica a Agência Brasil, em entrevista coletiva nesta tarde, Mercadante diz que a conversa entre ele e José Eduardo Marzagão, assessor de Delcídio, partiu dele como forma de prestar solidariedade ao parlamentar. “Não trato de delação”, comentou o ministro.

Mercadante também diz que trechos das gravações foram omitidos pela revista Veja, a primeira a revelar as conversas. “Eu disse claramente, está no áudio: ‘Não tenho nada a ver com a delação do Delcídio. Minha preocupação é zero. Não estou nem aí se vai delatar ou não. Está em 12 minutos e 15 segundos de transcrição”, disse, segundo texto publicado pela Folha de S. Paulo.

Durante a entrevista coletiva, Mercadante leu trechos das transcrições das conversas e reiterou que não teve intenção em interferir na delação. “Eu disse que só dava para fazer coisa na legalidade, na transparência. Vocês querem algo mais explícito que isso? Eu só chamei para fazer um gesto para a família e ele foi induzindo a conversa para uma outra pauta”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions