A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

05/04/2012 12:05

Ministro aposta em MS para produzir 1 milhão de tonelada de pescado por ano

Aline dos Santos e Fabiano Arruda

Para chegar a essa marca, a produção estadual depende da conclusão de projetos de piscicultura

Nesta quinta-feira, ministro entregou retroescavadeiras para 13 municípios. (Foto: Fabiano Arruda)Nesta quinta-feira, ministro entregou retroescavadeiras para 13 municípios. (Foto: Fabiano Arruda)

O ministro da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivella (PRB), que visita Mato Grosso do Sul nesta quinta-feira, afirma que o Estado pode alcançar a produção de 1 milhão de tonelada de pescado por ano. Desta forma, chegaria muito perto de toda a produção nacional, que chega a 1,4 milhão de tonelada anual.

No entanto, para atingir essa marca, a produção estadual depende da conclusão de projetos de piscicultura próximos às barragens de Jupiá (Três Lagoas), usina hidrelétrica Sérgio Motta (Brasilândia) e em Aparecida do Taboado, além da abertura de novos tanques.

Nesta quinta-feira, na Embrapa Gado de Corte, em Campo Grande, foram entregues 13 escavadeiras hidráulicas, que serão repassadas aos seguintes municípios: Amambai, Eldorado, Jardim, Ladário, Guia Lopes da Laguna, Miranda, Mundo Novo, Nova Alvorada do Sul, Porto Murtinho, Rio Brilhante, Coxim, Sonora e Tacuru.

De acordo com Crivella, a pasta tem poucos recursos. “Com 513 deputados em Brasília, o cobertor é muito curto”. O ministro cobrou do governo do Estado a liberação das licenças ambientais para os três grandes projetos.

O governador André Puccinelli (PMDB) afirmou que as licenças serão autorizadas dentro do prazo que a lei permite, sobretudo o projeto de Aparecida do Taboado. Puccinelli destacou a construção do Aquário do Pantanal em Campo Grande, que terá parcerias com a Embrapa e a Universidade.

Ao ministro, endereçou elogios. “A [presidente] Dilma acertou. Para quem não sabe colocar minhoca no anzol, tem muita competência técnica para administrar o ministério”, declarou o governador. Logo após sua nomeação, tida como estratégia de acomodação política, Crivella disse que não sabia nem colocar minhoca no anzol, frase que ganhou grande repercussão.

Ministro e governador vistoriaram o maquinário. (Foto: Fabiano Arruda)Ministro e governador vistoriaram o maquinário. (Foto: Fabiano Arruda)

Pelo interior – Em Porto Murtinho, a escavadeira hidráulica será utilizada para abertura de tanques. De acordo com o prefeito Nelson Cintra (PSDB), já existe no município um projeto de irrigação em 3 mil hectares, pois grande parte da área não serve para a pecuária. “Mil hectares vão ser utilizados para a constrição dos tanques”, afirma. O projeto de piscicultura será na Colônia do Bocaiuval.

O prefeito de Ladário, José Antônio Assad e Faria (PT), defendeu que é preciso aumentar a produção para baratear o preço do pescado. “O peixe forma o prato mais caro dos restaurantes e o pobre não come peixe’, afirmou.

Autor da emenda que destinou recursos de R$ 3,2 milhões para compra das escavadeiras, o deputado federal e pré-candidato a prefeitura de Campo Grande, Vander Loubet (PT), disse que a proposta é criar a cadeia produtiva do pescado. Segundo o ministro, as máquinas podem abrir buracos de grande proporção, como do tamanho de um estádio de futebol, no período de dois dias.

Marcela Crivella participa de reunião na Embrapa e segue à tarde para Dois Irmãos do Buriti, a 83 km da Capital. Ele visitará a obra de construção do Entreposto Pesqueiro do município, no assentamento Paulo Freire.

Governador recebe ministro da Pesca e o vencedor do BBB, Fael
O governador André Puccinelli (PMDB) tem quatro compromissos públicos agendados para esta quinta-feira (5). A agenda do governador começa às 8 horas,...
Ministro da Pesca cumpre agenda em Campo Grande e Dois Irmãos nesta quinta
O ministro da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivella (PRB-RJ), cumpre agenda nesta quinta-feira em Mato Grosso do Sul em dois municípios.Segundo divul...


NEM TUDO ESTA PERDIDO:O MINISTRO ONTEM FOI UM EXEMPLO VIVO QUE ESTE PAIS PODE MUITO MAIS E COM DEUS NA POLITICA ISTO FICOU COM SAUDE E COM FORÇA REAL....DEUS é CONOSCO...Amem
 
Ernesto Francisco Dos Santos em 06/04/2012 01:46:34
DOIS IRMÃOS DO BURITI MS, UMA DAS MINHAS TERRAS NATAIS, EM 03.85 AÍ CHEGUEI, ESTABELECI COMO PRODUTOR RURAL POR UM SEMESTRE, DEPOIS COMO CONTABILISTA, AV. REGINALDO L. DA SILVA, AO LADO DO AÇOUGUE DO MEU COMPADRE IVO COELHO, E O AMIGO JOÃO ROCCO, QUE NÃO ESQUEÇO, 89, PRINCIPIEI O PROCESSO DE EMANCIPAÇÃO, JUNTO COM LONDRES MACHADO, ANDRE PUCINELLI, E CLÁUDIO VALÉRIO, FANAIA, VAVÁ, SASSAIYA E OUTROS
 
PEDRO BRAGA em 05/04/2012 02:26:52
Até que enfim o setor de piscicultura está recebendo o tratamento que merece. A criação de peixes em cativeiro tem a capacidade de colocar alimento nobre na mesa dos brasileiros a um preço razoável. Parabéns, ministro!
 
Eugênio de Souza em 05/04/2012 02:22:24
Se o Ministro quiser caçar ratos, é só colocar ratoeiras espalhadas nesse Estado de "homens sérios", que vai faltar ratoeiras para tanto ratos que existem aqui.
E o pior: ninguém os caçam, rsrsrsrrrsrsrrs
 
Kamél El Kadri em 05/04/2012 01:01:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions