A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 16 de Agosto de 2017

14/07/2016 14:21

Mochi destaca trabalho produtivo e boa relação com governo e categorias

Presidente da Assembleia diz que saldo do primeiro semestre foi positivo

Leonardo Rocha
Mochi apresentou balanço das atividades do semestre, durante sessão na Assembleia (Foto: Assessoria/ALMS)Mochi apresentou balanço das atividades do semestre, durante sessão na Assembleia (Foto: Assessoria/ALMS)

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Junior Mochi (PMDB), avalia como produtivo o primeiro semestre da casa, pela boa relação com as categorias de servidores e o governo estadual. Ele pondera que a meta para o restante do ano é melhorar os trabalhos das comissões e dar mais acesso à população, aos projetos e atividades desenvolvidas no local.

Nesta quinta-feira (14), último dia de sessão antes do recesso, Mochi anunciou que foram 153 projetos aprovados - volume superior ao ano passado - tendo 63 sessões ordinárias, 16 audiências públicas e 1.510 indicações ao governo, prefeituras e órgãos do poder público.

Foram finalizadas três CPIs, uma que investigou o Cimi (Conselho Missionário Indigenista), a outra sobre Genocídio Indígena, além da investigação sobre compra e venda de combustíveis no Estado.

"O trabalho foi produtivo, nós abrimos a Assembleia para as categorias na discussão de projetos, assim como fizemos parcerias com instituições, como Fiems, Famasul e OAB-MS, para contribuir em áreas específicas", disse Mochi.

Meta - O presidente adiantou que a meta para o 2° semestre é melhorar os trabalhos da comissões, dando condições para que ocorram reuniões semanais de cada área, inclusive criando uma Secretaria Executiva, que irá auxiliar nas atividades. "Queremos fortalecer as discussões, contribuindo com uma consultoria jurídica, antes do projeto chegar nas comissões".

Mochi também quer estender o acesso das atividades à população, dando mais condições para acompanhar os projetos. "O cidadão pode ter um lugar para consultar os projetos, saber em que comissão está e quando será votado".

Relação - O presidente elogiou a boa relação de trabalho com o governo estadual, principalmente em relação aos projetos voltados às categorias. "Foram feitas várias reuniões, para que houvesse consenso, inclusive tendo o assessor jurídico do governo explicando cada projeto. Nós só votamos, aqueles que tinham o aval dos servidores".

Ele ainda disse que a comissão formada pelo governo, que negociou direto com as categorias, facilitou o trabalho legislativo. "Tudo foi tratado antes de chegar para votar, além disto, os sindicatos se reuniram aqui com representantes do governo, para acertar os detalhes".




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions