A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 14 de Novembro de 2018

16/10/2008 12:59

Mochi tenta acordo para votar "Lei Robin Hood" dia 11

Redação

O deputado estadual Júnior Mochi (PMDB) vai tentar um acordo de líderes para inserir na pauta de votação, no próximo dia 11, o Projeto de Lei Complementar 003/07, que prevê novos critérios de distribuição do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

Mochi quer aguardar o retorno do deputado Ary Rigo (PDT), que está viajando, para que ele e o ex-presidente da Assembléia Legislativa, Londres Machado (PR), o ajudem a convencer os demais parlamentares a aprovar o projeto.

O autor da matéria acredita que o fim do processo eleitoral vai acabar favorecendo a aprovação de sua proposta, já que alguns deputados representantes de regiões que poderiam perder receita não estão mais sob pressão como acontecia anteriormente.

Como exemplo, Mochi citou o caso do deputado Pedro Teruel (PT). Como candidato a prefeito de Campo Grande, uma das cidades que mais perde receita com esta proposta, o petista dificilmente daria seu voto em favor do projeto.

Nas contas de Júnior Mochi, a proposta deve receber entre 14 e 16 votos favoráveis, sendo necessários 13 votos para a aprovação do projeto (o que representa 50% dos deputados mais um).

Polêmica - O projeto que prevê novos critérios de distribuição proporcional do ICMS aos 78 municípios do Estado foi engavetado no fim do ano passado pela Mesa Diretora da Casa.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions