A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

25/09/2009 08:09

Moka deixa comando do PMDB e Esacheu Nascimento assume

Redação

O deputado federal Waldemir Moka deve deixar hoje o controle do PMDB de Mato Grosso do Sul, devido à disputa por uma vaga ao Senado. O partido será assumido por Esacheu Nascimento, presidente da Fundação Ulysses Guimarães.

Durante reunião da Executiva do partido, que acontece a partir das 14h, na sede do diretório, será votada a resolução da eleição prévia que definirá quem será o candidato ao Senado pelo PMDB.

Na prática, Moka teve que se afastar do controle partidário porque disputa o posto com o senador Valter Pereira. Ele preferiu não ficar na presidência do PMDB, para evitar que isso possa ser conotado como privilégio.

Inicialmente, Esacheu fica no comando peemedebista até o dia 7 de março, quando acontecerá a prévia para o Senado.

Entretanto, nova eleição deve ocorrer antes deste prazo. Como as convenções municipais estão marcadas para 31 de outubro, e a eleição estadual deve ocorrer 60 dias após esta data, até dezembro deve ser escolhido o novo presidente regional do PMDB.

Esacheu disse que a composição de uma chapa de consenso ainda vai ser discutida internamente. Ele não soube informar se ele será o candidato ou se Moka retornará ao controle do PMDB.

O governador André Puccinelli deve participar da reunião da Executiva. No entanto, ainda não há confirmação de sua assessoria.

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions