ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, TERÇA  22    CAMPO GRANDE 24º

Política

Movimento prepara “carta da cassação” contra vereadores investigados

Por Aline dos Santos | 19/01/2019 15:33
Câmara retoma sessões em fevereiro e com protesto. (Foto: Divulgação)
Câmara retoma sessões em fevereiro e com protesto. (Foto: Divulgação)

O movimento Dourados Contra a Corrupção prepara uma “carta de cassação” para entregar em 4 de fevereiro à presidência da Câmara Municipal. No ano passado, quatro vereadores foram presos em duas operações do Ministério Público contra a corrupção.

Ao Dourados News, empresário Racib Harb afirmou que o objetivo da mobilização é para que os vereadores Idenor Machado (PSDB), Cirilo Ramão (MDB), Pedro Pepa (DEM), envolvidos na Operação Cifra Negra; e a vereadora Denize Portolan (PR), presa na Operação Pregão, tenham seus mandatos suspensos por força extrajudicial.

“Essa medida pode acontecer com base no regimento interno da Câmara Municipal de Dourados e da Lei Orgânica do Município. Esperamos que ocorra a cassação e a motivação é a notável quebra de decoro”, diz Harb, organizador do movimento.

Outro objetivo é a cassação da suplência de Dirceu Longhi (PT), também envolvido na Cifra Negra.