A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

18/07/2013 18:45

MPE compra mais café e chá, mesmo com aquisição em junho para 6 meses

Zemil Rocha

O Ministério Público do Estado (MPE) está realizando um novo pregão para a compra café e chá, no valor de R$ 11,8 mil, com a empresa Ignácio e Lopes Ltda, apesar de ter feito no mês passado a aquisição dos mesmos produtos para um período de seis meses. O extrato do Pregão Presencial 35/PGJ/2012, ordenado por João Albino Cardoso Filho, Procurador-Geral Adjunto de Justiça Administrativo, foi publicado hoje no Diário Oficial do MPE.

Desta vez está sendo contratada a compra de Café torrado e moído, aspecto de pó fino, embalagem a vácuo, embalagem com 500g, especificação dos ingredientes e informações do fabricante estampada na embalagem, validade de mínima de 6 meses, marca Caboclo; e Chá Mate tostado, feito de erva mate (Mate Leão), isento de matéria terrosa, com especificação dos ingredientes e informações do fabricante estampados na embalagem, indústria brasileira, acondicionado em embalagem com peso líquido de 200g, também com validade mínima de 6 meses. Segundo informação de Cristiane Mourão, do MPE, são 1600 unidades de café torrado 500g e 800 unidades de chá mate 200g, para atender a demanda de membros e servidores do Órgão em todas as sedes.

Na aquisição do mês passado, referente ao Pregão 17/PGJ/2013, cujo resultado foi publicado no Diário Oficial do MPE no dia 12 de junho passado e que totalizou R$ 186,4 mil, constou15 mil embalagens de café torrado e moído (500 g), totalizando R$ 89.850,00, e seis mil embalagens de chá mate (200g), no valor de R$ 20.700,00. No primeiro caso a vencedora do pregão foi a empresa Comercial T e C Ltda; no segundo, Em ambas as situações o prazo para fornecimento é de seis meses.

Cristiane Mourão esclareceu que o quantitativo que consta na ata de registro de preços da nova aquisição, referente ao Pregão Presencial 35/PGJ/2012, “correspondem à previsão de consumo anual, não sendo o Órgão obrigado a utilizar o total deste quantitativo, sendo que as aquisições são de acordo com a demanda, conforme prevê legislação que trata do Sistema de Registro de Preços”.

A reportagem questionou o MPE sobre a necessidade de mais café e chá, já que há um contrato recém celebrado em junho e válido por seis meses, mas não obteve resposta em razão da responsável pelo setor já ter ido embora.

O gasto do MPE com alimentação neste ano somava R$ 260.669,50 até a semana passada, quando o procurador-geral decidiu cancelar um dos pregões no valor de R$ 74,2 mil.

 

MPE diz que valor de lanche é alto por servir a todos os 1,8 mil servidores
O Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul divulgou na tarde desta quarta-feira, através de nota de esclarecimento, informações sobre seus ...
Além de altos salários, membros do MPE também têm lanches luxuosos
Os gastos da Câmara de Campo Grande com lanches, que foi um dos alvos dos protestos de rua e levaram o presidente do Legislativo municipal a cancelar...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions