A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

07/05/2012 12:11

Na corrida por alianças, PMDB garante apoio do PSL a Edson Giroto

Wendell Reis
Puccinelli declarou no sábado que retomaria negociações com partidos para apoiar Giroto na Capital (Minamar Junior)Puccinelli declarou no sábado que retomaria negociações com partidos para apoiar Giroto na Capital (Minamar Junior)

O PMDB garantiu mais dois partidos na aliança para a eleição de outubro em Campo Grande. O primeiro apoio ao deputado federal Edson Giroto foi anunciado no sábado (5), durante evento do PRP na Assembleia Legislativa. Hoje, o presidente municipal do PSL em Campo Grande, Raimundo Nonato, confirmou ao Campo Grande News* que o partido também deve apoiar o PMDB.

Raimundo Nonato explica que o PSL deve integrar uma aliança com outros sete partidos, a serem definidos pelo grupo. Ele entende que a candidatura de Giroto é a mais consistente por causa da experiência dele como secretário de Obras por dez anos e deputado federal. “Quem conheceu Campo Grande há 12 anos vê consistência, conteúdo e confiança. O Giroto vem de um grupo político disciplinado. O PMDB é um partido que tem disciplina. Onde não existe chefe a coisa não funciona direito. O PMDB tem uma hierarquia”, pontuou.

Ao falar sobre os avanços conseguidos pelo PMDB na Capital, Raimundo Nonato cita a meta de 100% de esgoto sanitário em doze anos e diz que a Capital está entre as 10 melhores cidades para se viver no País. Segundo Nonato, o PSL deve lançar 690 pré-candidatos a vereador e 10 pré-candidatos a prefeito ou vice-prefeito pelo Estado. Na Capital, o partido pretende eleger três vereadores.

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PMDB), coordenador da campanha de Giroto, já informou que o PMDB pretende fazer aliança com 15 partidos . No sábado, o governador André Puccinelli (PMDB) já havia anunciado que retomaria as conversas com partidos nesta segunda-feira. Entre os partidos a serem cortejados por Puccinelli estão o PRB, PTC, PMN, PSC e PSB.

O PMDB já tem o apoio do PTB, PR e PTdoB. Além disso, o PDT já manifestou o interesse em se aliar a Edson Giroto. Caso confirme apoio do PDT e do DEM, que ainda está indefinido, Giroto já teria mais de 8min30s de tempo na propaganda eleitoral.

O tempo de propaganda é calculado de acordo com o desempenho da legenda na última eleição. Dez minutos - um terço - de toda a exposição são divididos, igualitariamente, entre os candidatos, independente do partido. Já os outros dois terços são calculados de acordo com a representatividade na Câmara Federal.

O pré-candidato do PT, deputado federal Vander Loubet, tem o maior tempo entre os pré-candidatos, com 3min25s. O deputado federal Reinaldo Azambuja tem 2min26s99, seguido por Alcides Bernal, 1min35s90 e o vereador Athayde Nery, 28s07. Entre os partidos com tempo de televisão que ainda não anunciaram apoio ou candidatura em Campo Grande estão o PSB, 1min19s53, PV, 35s08, PSOL, 7s01, PCdoB, 35s08, PRB, 18s71, PSC, 39s76, PRTB, 4s67 e PHS, 4s67.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions