ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 31º

Política

Na Itaipu Azambuja busca fim do assoreamento nos rios Iguatemi e Amambai

Governadores de MS e PR pediram que a binacional faça parte do programa “Codesul 2040”

Por Gabriela Couto | 16/06/2021 17:10
Governador Reinaldo Azambuja (PSDB) foi até Itaipu nesta quarta-feira (17) buscar apoio para projetos ambientais nos rios do Estado (Foto Divulgação)
Governador Reinaldo Azambuja (PSDB) foi até Itaipu nesta quarta-feira (17) buscar apoio para projetos ambientais nos rios do Estado (Foto Divulgação)

Ainda em viagem pelo sul do país, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) esteve nesta quarta-feira (16) em Foz do Iguaçu (PR) para tratar de um programa em conjunto com a Iatiupu Binacional e o governo do Paraná  para melhorar e combater o assoreamento nos rios Iguatemi e Amambai.

 “Propomos algumas parcerias em relação a questão ambientais, como melhorar a bacia dos rios Iguatemi e Amambai, que são afluentes e descem até o lago de Itaipu. Eles estão muito assoreados e por isso podemos fazer um programa em conjunto neste sentido”, explicou o governador.

Um documento com esse objetivo será entregue pelo Codesul (Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul) ao diretor-geral brasileiro de Itaipu, general João Ferreira.

Segundo o titular da Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Jaime Verruck, também foi apresentada uma proposta de gestão de recursos hídricos, em torno da conservação do solo e da água.

“Uma proposta que incluem os rios de Mato Grosso do Sul que tem grande contribuição em Itaipu. Vamos avançar nesta parceria”. O secretário também citou o pedido de apoio a Itaipu para um estudo de uma ponte entre Paranavai (PR) e Taquarussu (MS). “Foi uma agenda muito positiva”.

Os governadores dos dois estados pediram que a Itaipu faça parte do programa “Codesul 2040”, que visa criar um planejamento dos próximos 20 anos, para o desenvolvimento dos estados de Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Rota Bioceânica - A comitiva ainda aproveitou para visitar as obras da ponte binacional em Foz do Iguaçu, que faz parte do tratado com Itaipu para Rota Bioceânica. Ainda discutiram o cronograma da ponte do Rio Paraguai, que vai ligar Porto Murtinho a Carmelo Peralta, com previsão de licitação em julho.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário