A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

13/11/2009 06:00

Na véspera da eleição na OAB Ary lidera com 44% de votos

Redação

A três dias da eleição que vai decidir quem será o futuro presidente da OAB/MS, levantamento realizado pelo Ipems (Instituto de Pesquisas de Mato Grosso do Sul) mostra vantagem de cerca de 5 pontos percentuais para Ary Raghiant Neto.

O candidato que representa a atual administração, de Fábio Trad, tem atualmente 44,51% dos votos, segundo a pesquisa estimulada. Leonardo Duarte, da chapa de oposição, aparece com 39,87%.

Outros 11,81% responderam que ainda não decidiram em quem votar no dia 16 de novembro, próxima segunda-feira, e 3,80% disseram que não votam em nenhum dos dois.

Já na versão espontânea, quando o entrevistado apresenta o nome do candidato, a diferença sobe para 6 pontos percentuais, com Ary atingindo 42,41% e Leonardo com 36,50%. Nesta simulação, o número de indecisos quase dobra, chegando a 20,68%.

A pesquisa foi realizada em Campo Grande e no interior, nos 31 municípios onde existe subseção da Ordem, segundo informa o Ipems. A coleta de respostas ocorreu entre os dias 9 e 11 deste mês, com total de 474 entrevistas pelo telefone.

De acordo com a pesquisa estimulada, Ary venceria tanto no interior (43,10% contra 41,38%), quanto na Capital (45,33% contra 39%).

O Ipems também perguntou qual a impressão dos advogados sobre o resultado da votação na próxima segunda-feira.

Neste quesito, a vantagem de Ary sobe consideravelmente. Dos entrevistados, 45,78% disseram acreditar que o candidato da chapa "OAB para todos" vai vencer, outros 27,85% preferiram não opinar e 26,37% apostaram na vitória de Leonardo Duarte, da chapa "Nova ordem".

O interessante é que é alto o percentual de eleitores da chapa de oposição que não acreditam na conquista da presidência.

Dentre os advogados que votam em Ary, 85,78% estão confiantes na vitória dele. Já em relação a Leonardo, o percentual cai para 61,11%.

"Todos esses números mostram que está cristalizada a vitória de Ary Raghiant, porque tanto na estimulada, quando na espontânea ele vence. A diferença pode crescer entre os dois candidatos, porque Ary deve ser beneficiado pelo voto útil, de pessoas que não acreditam nas chances de Leonardo vencer", analisa o diretor do Ipems, Lauredi Sandim.

Notas - O instituto também avaliou a administração de Fábio Trad, que deixa a presidência da OAB/MS em 2009.

Trad termina o mandato de 2 anos com 70,68% de aprovação e apenas 2,74% de reprovação dos advogados, outros 26,58% consideram regular.

A pesquisa foi realizada em parceria entre Campo Grande News e FM Capital.

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions