A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

29/06/2009 06:40

Nelsinho, Delcídio e Dagoberto lideram corrida ao Senado

Redação

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PMDB), lidera as intenções de voto para o Senado, considerando o sistema eleitoral, em que cada eleitor terá direito a votar em dois candidatos ao cargo em 2010, ele está entre os preferidos na primeira e segunda opções.

Em 2010, os eleitores irão escolher o futuro presidente da República, governador, senadores (dois em Mato Grosso do Sul), além de deputados federais (oito, no Estado) e estaduais (24 em MS).

A pesquisa Ipems (Instituto de Pesquisas de Mato Grosso do Sul)/Campo Grande News/FM Capital, revela que Nelsinho está bem na frente dos outros candidatos levando em conta a 1ª opção de voto. Neste caso, ele tem 34,75% das intenções.

Na sequência aparece o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) e, mais distante, o deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT-MS).

Considerando apenas a primeira opção de voto, Delcídio tem 26,75% das intenções. Já Dagoberto tem 8%.

O Ipems ouviu 800 eleitores de Campo Grande entre os dias 22 e 26 de junho. O intervalo de confiança é de 95% e a margem de erro máxima é de 3,46 pontos percentuais para mais ou para menos

A pesquisa estimulada para senador mostra ainda como opção no primeiro voto o ex-governador Zeca do PT, com 7,12%; a prefeita de Três Lagoas, Simone Tebet (PMDB), com 6,25%; e o deputado federal Waldemir Moka (PMDB-MS), com 4,38%.

Outros três nomes aparecem na pesquisa: o senador Valter Pereira (PMDB-MS), com 1,25%, o vice-governador Murilo Zauith (DEM), com 1,5% e deputado federal Geraldo Resende (PMDB-MS), com 0,5%.

Sobre a preferência por Nelsinho, mesmo votando no prefeito, a maioria não gostaria de ver a renúncia de Trad para campanha em 2010.

A pesquisa também apontou que 60,12% são contra a renúncia de Nelsinho da prefeitura para a disputa ao Senado.

Segundo o Ipems, apenas 27,50% dos eleitores concordam com a troca. Outros 12,38% disseram não ter opinião formada sobre o assunto.

Segundo voto - Quando o eleitor é questionado sobre qual a sua segunda opção ao Senado, Delcídio Amaral (PT) é quem lidera, com 17,25%. Nelsinho aparece na sequência, com 15,50%. Dagoberto é o 3º, com 13,25%. Zeca tem 11%. E Simone aparece com 10,63%.

Já Geraldo Resende, Valter Pereira e Murilo Zauith têm, respectivamente, 3,62%; 2,63% e 2,13% das intenções de votos.

No percentual acumulado - considerando a soma da primeira e da segunda opções de voto,  Nelsinho apareceu em 50,25% das respostas dos eleitores, D elcídio teve 44%, Dagoberto - 21,25%;  Zeca - 18,12%; Simone - 16,88%; Moka - 7,76%, Geraldo - 4,12%; Valter Pereira - 3,88%; e Murilo - 3,63%. 

Marun ainda quer votar relatório da JBS antes de posse no ministério
Na véspera de ser empossado como ministro da Secretaria de Governo, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), relator da Comissão Parlamentar Mista de Inqué...
Senado aprova R$ 1,9 bi a estados para compensar desoneração de exportações
Após suspender a sessão do Congresso Nacional, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), retomou os trabalhos do plenário da Casa com o obj...
Temer discutirá data de votação da reforma da Previdência nesta quinta
O anúncio do líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), de que a votação da proposta de reforma da Previdência ficará para fevereiro causou r...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions