A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Agosto de 2017

28/03/2017 09:36

No embarque para o DF, parlamentares de MS voltam a ser alvos de protestos

Grupo está desde domingo no local realizando protestos

Leonardo Rocha
Manifestantes cobram o deputado Elizeu Dionízio, no Aeroporto de Campo Grande (Foto: Direto das Ruas)Manifestantes cobram o deputado Elizeu Dionízio, no Aeroporto de Campo Grande (Foto: Direto das Ruas)

Grupo de manifestantes em vígilia no Aeroporto Internacional de Campo Grande voltou a cobrar deputados e senadores de Mato Grosso do Sul, na hora do embarque para Brasília (DF), que votem contra a reforma da Previdência. Os ânimos ficaram mais acirrados na hora que Elizeu Dionízio (PSDB) passou pelo saguão, no início da manhã desta terça-feira (28).

Os manifestantes foram ao encontro de Dionízio. O parlamentar, no entanto, estava acompanhado por seguranças e preferiu não parar para conversar ou dar declaração sobre a reforma.

Ele continuou andando rápido em direção a seção de embarque. No meio do caminho, houve um começo de "empurra-empurra", mas sem maiores transtornos ou agressões.

O grupo chegou a falar algumas ofensas ao deputado, e lembrar que ele votou a favor do impeachment de Dilma Rousseff (PT), com coro de "golpista". O presidente da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de MS), Roberto Botareli, ponderou que neste episódio houve mais protesto, mas nos outros casos foi mais tranquilo.

"Ontem (27) passaram por aqui os senadores Waldemir Moka (PMDB) e Pedro Chaves (PSC) e hoje de manhã a senadora Simone Tebet (PMDB) e os deputados Dagoberto Nogueira (PDT), Luiz Henrique Mandetta (DEM) e Zeca do PT, apenas com o Elizeu que deu mais problema, porque fez críticas ao movimento sindical", disse Botareli.

A reportagem tentou contato com o deputado Elizeu Dionízio, mas ele não pôde atender a ligação, porque estava justamente em voo para Brasília.

Protesto - As manifestações contra a reforma da previdência começaram no dia 15 de março, e se estendeu naquela oportunidade até com um "acampamento" em frente ao condomínio do deputado federal, Carlos Marun (PMDB).

Agora o grupo começou a fazer a concentração no Aeroporto Internacional de Campo Grande, para cobrarem os deputados e senadores de MS, tanto na hora do desembarque na Capital, quando eles vêm de Brasília, assim como no dia em que seguem para capital federal.

Veja abaixo o momento da chegada de Elizeu Dionízio ao saguão do aeroporto.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions