A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2018

06/12/2012 17:48

No fim de mandato, prefeito restringe atendimento em Maracaju

Aline dos Santos
Faixa em frente a hospital denuncia atraso salarial. Faixa em frente a hospital denuncia atraso salarial.

Com a missão de fechar as contas do município, o setor de contabilidade da prefeitura de Maracaju vai trabalhar com as portas fechadas até 12 de dezembro. O decreto determinando expediente interno, sem atendimento ao público, foi afixado na porta da prefeitura no último dia 28. De início, todos os setores do Executivo fecharam as portas.


Segundo o prefeito Celso Vargas (PDT), tratou-se de um equívoco. “O decreto era só para a contabilidade”, afirma. O prefeito afirma que os demais setores estão funcionando, como gabinete e assessoria jurídica. Os técnicos têm que fechar as folhas salariais e do décimo terceiro. Conforme Vargas, os salários serão pagos. No decreto, a justificativa para o fechamento é o trabalho da equipe de transição. Ele não retificou o documento.


Entretanto, de acordo com o site Tudo MS, a situação do município é de dificuldade. Com atraso no pagamento de fornecedores e médicos. Uma faixa em frente ao hospital municipal, o único da cidade, destaca a paralisação dos serviços. O transporte escolar terceirizado anunciou a paralisação por duas vezes, alegando a falta de pagamento.


O prefeito rebate que não há caos na cidade. “É final de mandato, os caras querem massacrar", disse.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions