A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

14/03/2014 16:56

Novo secretário de Receita vai apurar se houve aumento abusivo do IPTU

Lidiane Kober e Zana Zaidan
Ricardo Vieira Dias trabalhou 31 anos como auditor fiscal (Foto: Marcos Ermínio)Ricardo Vieira Dias trabalhou 31 anos como auditor fiscal (Foto: Marcos Ermínio)

Uma das primeiras ações do auditor fiscal Ricardo Vieira Dias no comando da Secretaria Municipal de Receita será apurar as denúncias de aumento abusivo do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano).

Inconformados com o reajuste, contribuintes acionaram a Justiça e alguns ganharam as primeiras batalhas contra a Prefeitura de Campo Grande.

“Uma das primeiras ações será fazer levantamento para verificar se houve majoração incorreta do tributo. Caso haja, não é possível devolver agora, mas o montante superior pode ser abatido do IPTU no ano que vem”, prometeu o novo secretário da administração do prefeito Gilmar Olarte (PP), ressaltando que a revisão fica a cargo de outra secretaria, a Semadur.

Indagado sobre as ações na Justiça, ele informou não ter ciência do número de processos, mas prometeu averiguar questionamento por questionamento.

Outra meta de Dias é derrubar o tabu de que a pasta só existe para arrecadar recursos. “Quero trabalhar para reverter a receita dos impostos em bons serviços para a comunidade”, frisou.

Neste sentido, a meta é intensificar a interligação com as demais secretarias para saber exatamente as prioridades da população. Auditor fiscal da prefeitura há 31 anos, Ricardo Vieira Dias disse ainda que sua indicação foi técnica e não política.

MPE vê “maquiagem” e é a favor de suspensão de reajuste do IPTU
O MPE (Ministério Público Estadual) apontou “maquiagem legislativa” e se manifestou a favor da concessão de liminar suspendendo o decreto que reajust...
Para leitor, Prefeitura elevou valor do IPTU excessivamente
Para leitor do Campo Grande News o valor do IPTU ( Imposto Predial Perritorial Urbano) deste foi elevado excessivamente pela Prefeitura da Capital. N...
Apesar de polêmica, secretário diz que arrecadação de IPTU cresceu 9%
Mesmo com a polêmica em torno do reajuste abusivo, acima da inflação, do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) em Campo Grande, o secretário Mu...


Será que este montante superior vai ser devolvido corrigido conforme é cobrado o juro por atraso na parcela?
Se for possível o auditor fiscal Ricardo Vieira Dias no comando da Secretaria Municipal de Receita nos dar esta resposta por meio da mídia escrita ou áudio visual para que possamos ter certeza de seremos restituídos mesmos, por favor se pronuncie. Estaremos no aguardo.
 
Claudio Cunha dos Santos em 14/03/2014 21:58:23
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions