A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

30/09/2014 12:09

Olarte não sabe quantos comissionados terá que demitir na prefeitura

Leonardo Rocha e Kleber Clajus
Olarte admitiu as demissões, mas diz que não tem o número de comissionados que serão exonerados (Foto: Marcos Ermínio)Olarte admitiu as demissões, mas diz que não tem o número de comissionados que serão exonerados (Foto: Marcos Ermínio)

O prefeito Gilmar Olarte (PP) afirmou hoje (30), durante entrega do projeto orçamentário, na Câmara Municipal, que não sabe quantos funcionários comissionados irão ser demitidos da prefeitura de Campo Grande. Ele apenas ressaltou que as demissões começam a partir de amanhã (01). O plano é poupar gastos em todas as repartições públicas.

"Amanhã teremos alguns nomes (demitidos), iremos fazer o enxugamento, não temos números". Olarte ainda ponderou que nunca houve dois mil comissionados nomeados no executivo municipal.

"Não foram pessoas nomeadas, mas servidores de carreira que apenas agregaram novas responsabilidades", apontou. Ele ressaltou que o secretário municipal de Administração, Valtemir Alves de Brito, é quem vai conduzir este processo de demissão, baseado nos planos de cortes de gastos da prefeitura.

A vereadora Luiza Ribeiro (PPS), que integra o grupo de oposição, apresentou um levantamento feito no Diogrande do período de 14 de março a 30 de agosto deste ano, onde foram nomeados 1.501 comissionados.

As principais secretarias que receberam estes funcionários foram a Segov (Secretaria Municipal de Governo e Relações Institucionais), com 408, Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública) que teve 151 e Semad (Secretaria Municipal de Administração), com 110.

"Também estou com dó desta turma (comissionados), mas é necessário demitir", destacou Luiza.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions