A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

21/07/2011 14:46

Vice Alcino Carneiro assume prefeitura de Alcinópolis até segunda-feira

Fabiano Arruda e Ana Paula Carvalho
Pai de vereador morto diz que foi comunicado pelo juiz sobre assumir a prefeitura. (Foto: João Garrigó)Pai de vereador morto diz que foi comunicado pelo juiz sobre assumir a prefeitura. (Foto: João Garrigó)

O vice-prefeito de Alcinópolis, Alcino Carneiro (PDT), pai de Carlos Antônio Carneiro, vereador assassinado em outubro do ano passado em Campo Grande, deve assumir o comando da prefeitura até segunda-feira.

Ele afirmou que foi comunicado pelo juiz eleitoral sobre a decisão de que comandará a administração municipal.

Alcino comentou ainda que se reúne agora à tarde com o magistrado para discutir outras assuntos relativos ao Executivo Municipal após a prisão do prefeito e três vereadores.

O encontro, informa o vice-prefeito, pode antecipar as mudanças na Câmara de vereadores. Reunião marcada para amanhã de manhã deve definir como fica a presidência da Casa de Leis e quem assume o lugar dos parlamentares presos.

De acordo com o assessor jurídico da Câmara, Jordelino Garcia de Oliveira, o regimento interno prevê que o vereador mais velho assuma a presidência. Dessa forma, o comando deve ficar com Izamita Alves Leite (PMDB).

Ontem, foram presos o prefeito de Alcinópolis, Manoel Nunes da Silva (PR), o presidente da Câmara, Valter Roniz (PR) e os vereadores Enio Queiroz (PR) e Valdeci Lima (PSDB). Todos são suspeitos de envolvimento na execução de Carlos Antônio Carneiro, então presidente da Câmara.

As prisões são válidas por 30 dias. Agora, caberá à Câmara dar andamento aos possíveis processos de cassação dos três vereadores presos e empossar os respectivos suplentes. Em seguida, deve ser eleita uma nova mesa diretora.

Crime - Na época do assassinato do vereador, dois homens em uma moto se aproximaram e efetuaram os disparos. No entanto, dois policiais que passavam pelo local no momento do crime surpreenderam os assassinos durante a fuga. Irineu Maciel, de 34 anos, e Aparecido Souza Fernandes, de 34 anos foram presos em flagrante.

Nos depoimentos confessaram ter recebido R$ 20 mil para matar o vereador, porém não revelaram o contratante do serviço. Durante a investigação, Valdemir Vansan, 37 anos, também foi preso acusado de ter contratado Irineu para executar o vereador.



Espero que justiça seja feita, e que esses bandidos apodreçam na cadeia....lá sim é o lugar deles.....
 
Rosangela Carvalho em 22/07/2011 08:43:17
Parabéns para a nóssa polícia, também para o MP e o judíciario. Garanto que esse crime está para ser esclarecido. déssa vez não tiveram medo de envrentar a força politica que estava retardando o caso.
 
amilton almeida em 22/07/2011 07:26:52
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions