A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

07/04/2015 20:24

Para Delcídio, audiências na CAE mostra disposição do Governo em dialogar

Daniel Machado
Comissão recebeu hoje (7) ministros da Previdência e do Trabalho. (Foto: Divulgação)Comissão recebeu hoje (7) ministros da Previdência e do Trabalho. (Foto: Divulgação)

A CAE (Comissão de Assuntos Econômico do Senado) recebeu nesta terça-feira (7) os ministros Carlos Gabas (Previdência) e Manoel Dias (Trabalho) em audiência pública para debater as medidas provisórias 664 e 665, cujo objetivo é proteger os sistemas previdenciário e trabalhista, corrigir distorções e evitar dificuldades futuras para a economia.

Segundo o presidente da CAE, Delcídio do Amaral, a participação do primeiro escalão da administração da presidente Dilma Roussef nas audiências públicas promovidas pela CAE demonstra a disposição do governo em negociar alterações nas Medidas Provisórias e no pacote de ajuste fiscal baixado no início do ano, para reduzir os gastos públicos e incentivar a economia.

“Com a presença dos ministros Carlos Gabas e Manoel Dias, fechamos hoje um ciclo iniciado em 13 de março, quando aqui esteve o ministro Nelson Barbosa (Planejamento), teve continuidade com a visita do presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, e contou também com a presença do ministro Joaquim Levy (Fazenda), na semana passada”, disse o senador, que informou que todos marcaram presença nas audiências de livre e espontânea vontade, sem qualquer tipo de convocação, afim de debater com os senadores as medidas de contenção de gastos adotadas pelo governo.

“Nesses encontros ficou claro o desprendimento e a disposição da presidente Dilma em negociar com o Congresso ajustes que permitam aprimorar as medidas, atingir os objetivos propostos e fazer o Brasil voltar a crescer sem prejudicar , especialmente, as camadas menos favorecidas da população”, afirmou Delcídio.

BNDES e Petrobras – De acordo com o senador, na semana que vem a CAE entra em nova fase. Na terça-feira (14) os senadores abrirão os trabalhos sabatinando os indicados para a diretoria do Banco Central, ou seja, Tony Volpon, da área de Assuntos Internacionais; e Otávio Ribeiro Damaso, proposto para a Diretoria de Regulação.

“Em seguida, faremos uma audiência pública com o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, que falará sobre os planos do banco para incentivar a economia. Já na quarta-feira (15) estará conosco o presidente da Petrobras, Aldemir Bendini. Vamos debater os investimentos da empresa nos próximos anos, entre outros temas”, concluiu.

Com informações da Assessoria de Imprensa do Senador Delcídio do Amaral



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions