A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

20/10/2009 20:37

Para Delcídio, debate do pré-sal não pode ser ideológico

Redação

Para o senador Delcídio Amaral (PT), vice-presidente da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, os debates em torno do modelo de exploração do petróleo do pré-sal não podem ser discutidos ideologicamente. Segundo ele, deve haver deve haver uma concentração na operação dos campos, qualificação dos dirigentes da Petro-Sal e na capitalização, através do fungo de garantia dos trabalhadores.

Ainda conforme o petista, no Brasil o modelo de concessões foi bem sucedido e desenvolveu a indústria, fortalecendo a Petrobras. Isso propiciou que outras empresas de petróleo se instalassem no país.

De acordo com Delcídio, o setor responde hoje por 11% da arrecadação de tributos e tem uma significativa participação no PIB (Produto Interno Bruto). A informação foi feita pelo parlamentar durante reunião da comissão em Brasília.

Delcídio considera um grande desafio para a exploração do pré-sal a qualificação de mão-de-obra. Como exemplo ele citou as ações que a Petrobras desenvolve através do Prominp (Plano Nacional de Qualificação Profissional), em parceria com a indústria e as universidades.

Na opinião do senador, a Petrobras não pode atuar como operadora única nos 107 mil quilômetros quadrados do pré-sal e do pós-sal. Como sugestão, Delcídio frisou que a empresa opere somente os campos estratégicos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions