ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, QUINTA  30    CAMPO GRANDE 25º

Política

Para escolher deputado, eleitor vai pela amizade e em último lugar pelo coletivo

Última pesquisa divulgada em agosto mostrou que a maioria dos eleitores ainda não sabe em quem votar

Gabrielle Tavares | 20/09/2022 16:13
Últimas eleições em Ouro Verde. (Foto: Arquivo/Campo Grande News)
Últimas eleições em Ouro Verde. (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

Faltando 12 dias para as eleições, a maioria dos eleitores de Mato Grosso do Sul ainda não sabe quem escolher entre os 160 nomes que concorrem a uma vaga de deputado federal.  Mas o que, afinal, um candidato precisa fazer para conquistar um voto? Entre os moradores já decididos, os critérios são pessoais. Têm desde eleitor que leva em conta a amizade, a quem vai "dar uma força" para quem contratou cabo eleitoral na família. Poucos garantem estudar minuciosamente cada proposta.

Pesquisa do Instituto Ranking Brasil, divulgada em 30 de agosto e cadastrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob os registros MS-08328/2022 e BR-09736/2022, mostrou que 70,10% da população pretende anular o voto ou ainda não sabe quem escolher para deputado federal. A amostra foi feita de forma espontânea, quando não são dadas opções para os eleitores escolherem e precisam eleger um candidato de cabeça.

O eletricista Hamilton Sabino de Oliveira, 63 anos, explicou que, para deputado estudual, vai votar em um nome que disputa a reeleição, porque ele "já deu benefícios para nossa comunidade". Mas na hora de escolher para federal, o particular falou mais alto, vai em na candidata para qual a filha está trabalhando na campanha eleitoral. "Vou dar uma força".

Eletricista Hamilton Sabino de Oliveira pretende votar por afinidade. (Foto: Kísie Ainoã)
Eletricista Hamilton Sabino de Oliveira pretende votar por afinidade. (Foto: Kísie Ainoã)

Já o corretor de imóveis Paulo Cezar dos Santos, 53, ressaltou que só escolhe candidatos declarados de esquerda, mesmo assim, vai de PSB para estadual porque o candidato é "muito meu amigo" .

Secretária Denise Freitas de Oliveira acompanha as propostas pelas redes sociais. (Foto: Kísie Ainoã)
Secretária Denise Freitas de Oliveira acompanha as propostas pelas redes sociais. (Foto: Kísie Ainoã)

A secretária Denise Freitas de Oliveira, 45, afirmou que acompanha todos os governantes no Instagram, desde deputados a vereadores, e escolhe com base na gestão que cada um desempenhou. Para deputado federal, votará em um ex-secretário estadual. "Eu olho tudo, vejo todas as propostas, mesmo que seja um candidato que eu não concorde", garante.

Já para senador, acha que o seu candidato não tem chance, mesmo assim, vai nele. "Está péssimo nas pesquisas, pra você ver como o povo não é grato. , enfatizou.

O vendedor autônomo Gilmar Marreco Sabino, 39, se declarou desacreditado com a política. Já sabe em quem vai votar, guardou todos os santinhos em casa, mas de cabeça só lembra o nome de quem vai votar para presidente.

"Eu estou votando mesmo nessa chapa aí por influência da minha família, minha mãe quer que vote, mas pra mim eu não dependo de candidato, poderia muito bem votar em branco também", pontuou.

Vendedor autônomo Gilmar Marreco Sabino está desaceditado com a política. (Foto: Kísie Ainoã)
Vendedor autônomo Gilmar Marreco Sabino está desaceditado com a política. (Foto: Kísie Ainoã)


Nos siga no Google Notícias