A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

21/08/2012 12:45

Participação do governador na campanha volta a gerar polêmica na Assembleia

Fabiano Arruda
Deputados Alcides Bernal e Eduardo Rocha bateram boca na sessão desta terça na Assembleia. (Foto: Divulgação)Deputados Alcides Bernal e Eduardo Rocha bateram boca na sessão desta terça na Assembleia. (Foto: Divulgação)

A participação do governador André Puccinelli (PMDB) na campanha para prefeito de Campo Grande voltou a gerar polêmica na Assembleia Legislativa.

Nesta terça-feira, deputados se revezaram para comentar o assunto a exemplo da semana passada, quando o deputado Pedro Kemp (PT) ocupou a tribuna para acusar Puccinelli de coagir servidores a votar em Edson Giroto (PMDB).

Hoje foi a vez de Alcides Bernal, candidato do PP à Prefeitura, levantar o assunto, em pedido de ordem, para mostrar indignação com o caso e pedir providência do Judiciário.

Ele definiu a situação como assédio moral e atentado. “No dia 7 de outubro a vontade do povo vai prevalecer. Não a tirania”, disparou.

O deputado Eduardo Rocha, líder do PMDB na Casa de Leis, ocupou a tribuna para defender o governador. Segundo ele, as reuniões feitas até agora com servidores foram promovidas no diretório do partido em Campo Grande.

“Participaram servidores de confiança. Eu queria ver se o candidato Bernal perguntasse ao seu funcionário de confiança em quem ele iria votar e a resposta fosse ao Giroto. Qual seria a atitude dele”, ironizou.

Kemp foi outro a criticar a situação. Ele argumentou que, independente da explicação, o voto é secreto e os servidores têm direito de não revelar suas preferências.

Já o deputado Márcio Fernandes (PTdoB) reclamou do tom eleitoreiro que a sessão tomou nesta terça-feira e pediu que a Casa de Leis se atenha à questões mais relevantes.

No revezamento de microfones, o clima esquentou por diversas vezes. Bernal e Rocha eram os mais exaltados e chegaram a se estranhar.

O peemedebista acusou o candidato do PP de chegar somente no fim das sessões. O progressista retrucou e prometeu, de agora em diante, levantar discussões sobre a Capital em todas as oportunidades que tiver na Assembleia.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions