A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 25 de Setembro de 2017

22/08/2017 13:11

Paulo Corrêa propõe que Parque dos Poderes leve nome de Pedrossian

Deputado estadual se apressou em garantir a homenagem, apresentando projeto de lei na sessão desta quarta-feira

Anahi Zurutuza e Leonardo Rocha
Uma das ruas do Parque dos Poderes, que concentra a administração pública estadual e órgãos do Legislativo e Judiciário (Foto: Marcos Ermínio)Uma das ruas do Parque dos Poderes, que concentra a administração pública estadual e órgãos do Legislativo e Judiciário (Foto: Marcos Ermínio)

Ex-secretário do ex-governador Pedro Pedrossian, o deputado estadual Paulo Corrêa (PR) apresentou na breve sessão desta terça-feira (22) na Assembleia Legislativa projeto para que o Parque dos Poderes leve o nome do ex-chefe, que morreu na madrugada de hoje.

Corrêa redigiu a justificativa do projeto de lei na abertura da sessão, que foi interrompida logo após o início, para que os parlamentares pudessem prestar solidariedade à família Pedrossian no velório que começou às 10h no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camilo, uma das obras erguida e inauguradas pelo “homem de Miranda”.

“Nada mais justo do que dar ao Parque dos Poderes o nome do seu criador em uma homenagem para aquele que se notabilizou como um dos melhores administradores públicos do nosso Estado”, defendeu Corrêa.

O projeto passará pela análise da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) e de mais duas comissões, duas votações em plenário e depois, a sanção do governador Reinaldo Azambuja.

Habitação - Paulo Corrêa guardou na memória a gentiliza de Pedrossian. O parlamentar chefiou a secretaria de Habitação de 1991 a 1994.

“Era muito gentil com a equipe, mas cobrava resultados, queria as coisas para ontem”.
Corrêa lembra ainda que em quatro anos, Pedrossian construiu 12 mil casas populares em Mato Grosso do Sul. “Naquela época, ele criou um dos primeiros programas de para por fim a favelas o Estado”.

Morte - O ex-governador morreu na madrugada desta terça-feira (22). De acordo com secretário de Finanças e Planejamento, Pedro Pedrossian Neto, o avô estava em casa. “Morreu dormindo, sem sofrimento”.

Histórico – Pedrossian foi governador por três vezes, de 1966 e 1971. Em 1980, foi nomeado para comandar Mato Grosso do Sul, posto que retomou em 1991, quando foi eleito nas urnas.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions