A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

04/02/2014 13:09

PDT quer indicar vice e anunciar aliança antes de março

Leonardo Rocha
Felipe Orro ressaltou que PDT deve se aliar a outro partido e não ter candidatura própria (Foto: Divulgação)Felipe Orro ressaltou que PDT deve se aliar a outro partido e não ter candidatura própria (Foto: Divulgação)

O deputado estadual Felipe Orro (PDT) afirmou hoje que o PDT deve definir a aliança em Mato Grosso do Sul, antes de março, já que em seguida quer começar a fazer o planejamento para campanha eleitoral.

O deputado ponderou que a legenda estuda participar da chapa majoritária, indicando o candidato à vice da aliança escolhida. “A nossa intenção é estarmos na majoritária, iremos definir esta situação até o final do mês, não iremos deixar para o período de convenções”.

Orro também ressaltou que a possibilidade de uma candidatura própria ficou mais distante, em função da estrutura e de nomes “fortes” para disputa estadual. Em relação ao convite feito ao juiz federal Odilon de Oliveira, o deputado disse que o partido não obteve resposta.

“O caminho natural do partido é fechar uma aliança e coligar com outra legenda, estamos muito contentes por sermos uma opção para os pré-candidatos”, ressaltou ele.

O presidente regional do PDT, João Leite Schimidt, já se reuniu com os dois pré-candidatos ao governo, o senador Delcídio do Amaral (PT) e o ex-prefeito Nelsinho Trad (PMDB), e apresentou as 11 metas do partido para fechar uma aliança.

Quando esteve em Campo Grande, o presidente nacional do PDT, o ex-ministro Carlos Lupi, ressaltou que a legenda que criasse condições para a eleição do ex-deputado Dagoberto Nogueira a Câmara dos Deputados, teria o apoio do PDT.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions