A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

28/09/2009 09:25

PDT se reúne amanhã para encontrar "saída pacífica"

Redação

A bancada do PDT na Assembléia Legislativa se reúne amanhã para encontrar uma "saída pacífica" ao impasse estabelecido a partir da intervenção nacional no comando partidário local.

Segundo o deputado estadual Antônio Braga, o encontro deve acontecer ou na Assembléia Legislativa ou no escritório do deputado Ary Rigo.

Braga disse que já foi procurado pelo ex-conselheiro João Leite Schimidt, que está comandando o partido a mando da Executiva Nacional.

Além de Braga, Schimidt já teria procurado também o deputado Coronel Ivan de Almeida. Nos próximos dias, deve entrar em contato com Rigo, para tentar um entendimento e esfriar os ânimos dentro da sigla.

Segundo Braga, até o momento nenhum dos quatro deputados estaduais pedetistas sinalizou pela saída dos quadros do partido.

"Queremos uma saída pacífica, que não desagregue, e vemos hoje uma vontade maior do grupo em permanecer no partido. Pode ser que algum deputado, por conveniência, queira sair, mas acho que se isso acontecer, se os deputados saírem, o PDT deixará de ser a noiva cobiçada para virar um quebra-galho", afirmou Braga.

Para o parlamentar, o desentendimento com o ministro Carlos Lupi, que gerou intervenção no PDT de Mato Grosso do Sul, já é "matéria vencida".

Ele justifica afirmando que o PDT é um partido congressual, ou seja, o deputado federal Dagoberto Nogueira acabou tendo voz mais ativa no processo local.

"Pesou muito, porque ele faz parte do conselho político nacional, e o PDT é um partido congressual", detalhou.

Mesmo assim, na opinião de Braga, João Leite Schimidt é um "homem balizado" e vai saber conduzir o processo da melhor forma possível.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions