ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, TERÇA  20    CAMPO GRANDE 21º

Política

'Pedi a ela mais 4 anos emprestados', diz Marquinhos sobre Adriane como vice

Prefeito da capital confirma convite para vice Adriane Lopes o acompanhar na reeleição e aguarda sinal positivo dela

Por Nyelder Rodrigues | 10/09/2020 17:50
Marquinhos Trad ao lado da vice Adriane Lopes, que deve seguir na função (Foto: Reprodução/Facebook)
Marquinhos Trad ao lado da vice Adriane Lopes, que deve seguir na função (Foto: Reprodução/Facebook)

"Construindo e conversando". Assim o prefeito Marquinhos Trad (PSD) trata a definição de seu vice, que deve sair em breve - o prazo para realizar convenções partidárias se encerra no próximo dia 16. Porém, ele confirma que o nome convidado para o acompanhar na reeleição é o de Adriane Lopes (Patri), sua atual vice.

A revelação sobre o convite a Adriane vem justamente no dia em que Marquinhos recebeu a confirmação do apoio do PSDB a sua reeleição, independemente de precisar de uma indicação a vice. "Não tenho procuração para negociar cargos, e se tivesse não o faria", afirma Trad a reportagem do Campo Grande News.

Ainda assim, o prefeito frisa ter feito um convite para que Adriane concorra a reeleição com ele. "Vamos ver e sentir dela a mesma disposição que ela teve nesses quatro anos. Eu mesmo pedido a ela para que pudesse emprestar novamente mais quatro anos do conhecimento dela em favor da cidade", comenta.

Marquinhos ainda diz que durante os quatro anos na prefeitura pode conhecer melhor o trabalho dela e a avalia como benéfica sua permanência na prefeitura. "Talvez vocês não conheçam ela tãode perto, mas ela é superqualificada e me ajuda muito".

Recentemente, o prefeito afirmou que o perfil do vice escolhido seria técnico, qualificado e 'ficha limpa', ou seja, que não respondesse processos. Adriane se enquadra nesse perfil, segundo as falas de Trad ao Campo Grande News.

Reunião com o PSDB - Reunião entre os líderes do PSDB nesta quinta-feira (10), entre eles o governador Reinaldo Azambuja, os secretários Eduardo Riedel e Sérgio de Paula, além dos vereadores João César Mattogrosso e João Rocha, contou com a participação de Marquinhos.

"Eu fui sozinho e de mim ouviram que a composição de nomes da minha chapa seria decidida de maneira técnica. Não havia como eu oferecer espaço na chapa majoritária pois eu não tinha procuração dos munícipes para transigir o meu mandato", conta.

O prefeito ainda completa ter deixado o PSDB a disposição para lançar candidatura própria, mas que caso quisessem seguir o apoiando, a discussão poderia ocorrer normalmente no campo ideológico e republicado em cima de ideias "que convergissem para o melhor da cidade".

Foi justamente essa uma das frases usadas pelos presidentes regional e municipal do PSDB, respectivamente, Sérgio de Paula e João César Mattogrosso, para comentar o apoio oferecido a reeleição de Marquinhos, mesmo que sem ocupar o posto de vice.

A deputada Rose Modesto chegou a pedir para ter sua candidatura avaliada pelos tucanos, em protocolo entregue para de Paula e Mattogrosso nesta quinta. Porém, nesta tarde, o partido oficializou o apoio à Marquinhos em nota que sequer citou o pedido de Rose.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário