A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Julho de 2018

29/06/2018 11:03

Pedro Chaves aposta em currículo e credibilidade para tentar reeleição

Senador citou que é "ficha limpa" e que suas bandeiras de campanha serão na área da educação e segurança

Leonardo Rocha
Senador Pedro Chaves durante entrevista (Foto: Marina Pacheco)Senador Pedro Chaves durante entrevista (Foto: Marina Pacheco)

O senador Pedro Chaves (PRB) revelou que a atuação na área de educação e segurança serão suas principais bandeiras durante a campanha eleitoral, em busca da reeleição no Congresso Nacional. Ele ponderou que vai utilizar todas as mídias para divulgar suas propostas e que tem ao seu favor o fato de ser “ficha limpa” e ter credibilidade no meio empresarial.

Em entrevista ao Campo Grande News, o senador ponderou que já está viajando há várias cidades nesta “pré-campanha”, mas que seu partido ainda não decidiu quem vai apoiar ao governo. “Estamos conversando com todos, seja o Reinaldo (Azambuja), André Puccinelli (MDB) ou o Odilon (Oliveira), mas nada foi fechado”, garantiu.

Ele explicou que a decisão será do partido, que vai avaliar o espaço ou coligação com mais chances de eleger seus representantes. “Tem que avaliar as chapas dos deputados estaduais e federais e não apenas o espaço para senador. A nível nacional está fechado com o PSDB, porém há liberdade nos estados”.

Para conquistar votos, Chaves quer ser lembrado pelo eleitor como um “empreendedor e educador”, que sempre teve credibilidade no seu trabalho. “Precisamos convencê-lo (eleitores) de que é diferente dos demais, é ficha limpa e não está envolvidos nestes escândalos e denúncias de corrupção”.

Outra bandeira de campanha será a preocupação direta com os municípios. “Desde que comecei no Senado, coloquei como foco o trabalho direto com os prefeitos e vereadores, já que as pessoas moram nas cidades, se as coisas vão bem na economia local, reflete nos estados e no Brasil”.

Mandato - O senador divulgou que em dois anos de mandato conseguiu alocar R$ 102,1 milhões para municípios de diferentes regiões do Estado, como Campo Grande, Dourados, assim como (regiões) Bolsão, Cone Sul, Leste, Norte, Pantanal, Sudoeste e Sul-Fronteira.

Outra “vitrine” de campanha será o trabalho que já foi desenvolvido em Brasília, como a relatoria da Reforma do Ensino Médio, além de estar em mais 11 comissões no Senado. “Estamos discutindo a criação de um fundo para Pantanal, novo código comercial, relações exteriores".



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions