A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Abril de 2018

26/02/2018 19:23

Pedro Chaves oficializa filiação no PRB e se torna prioridade da sigla em MS

Senador é pré-candidato à reeleição, mas pode integrar chapa majoritária

Osvaldo Júnior e Kleber Clajus
Governador Reinaldo Azambuja e senador Pedro  Chaves em evento nesta noite (Foto: Paulo Francis)Governador Reinaldo Azambuja e senador Pedro Chaves em evento nesta noite (Foto: Paulo Francis)

Em um evento com participação de aproximadamente mil pessoas, o senador Pedro Chaves oficializou, na noite desta segunda-feira (dia 26), sua filiação ao PRB. Ele deixou o PSC depois de oito anos na sigla. Com Chaves, o PRB investirá forças para reelegeê-lo como senador em Mato Grosso do Sul e também ao menos um deputado federal e até três estaduais.

A solenidade de filiação de Pedro Chaves é realizada na Associação Esportiva e Cultural Nipo-Brasileira, em Campo Grande, e conta com a presença de dois pré-candidatos ao governo de Mato Grosso do Sul: o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e o juiz Odilon de Oliveira (PDT).

O ingresso em nova sigla alarga as possibilidades políticas de Chaves para as eleições deste ano. Ele é pré-candidato à reeleição e esta é a prioridade do PRB nacional em Mato Grosso do Sul. No entanto, dependendo do avanço das articulações, ele poderá compor chapa na majoritária, como vice de um dos pré-candidatos. Há conversas iniciadas com Azambuja, Odilon e André Puccinelli (MDB).

Como justificativa de troca de legenda, Pedro Chaves destacou a força política do PRB. “É um partido com muita musculatura política, alinhado com princípios cristãos, de defesa da vida e da família”, considerou o senador.

O presidente nacional do partido, o deputado federal Marcos Pereira (ES), ex-ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços do Brasil, elogiou Pedro Chaves, por sua história como educador e empresário e assegurou que a reeleição do senador é a prioridade do partido no estado.

“Este é nosso principal objetivo em Mato Grosso do Sul. Também vamos buscar eleger um deputado federal e de dois a três estaduais”, projetou Marcos Pereira. Quanto a possibilidade de Chaves integrar alguma chapa como vice, o deputado foi cauteloso na resposta: “Essa é uma hipótese pequena”. 

Auditório da Associação Nipo-Brasileiro ficou lotado (Foto: Paulo Francis)Auditório da Associação Nipo-Brasileiro ficou lotado (Foto: Paulo Francis)

Aproximações – Participaram do evento diversas lideranças políticas, como o governador Reinaldo Azambuja. Ele mencionou que o PRB, que tem a pasta da Funtrab (Fundação do Trabalho) e a Defesa Civil, realiza importante trabalho em Mato Grosso do Sul. “Um dos indicadores de que a parceria deu certo é que hoje o Estado é o segundo do País na geração positiva de empregos”, mencionou.

O governador também disse que se reuniu com Chaves, mas as alianças só serão definidas depois da Copa do Mundo.

O pré-candidato Odilon afirmou que se reuniu nesta segunda-feira com Chaves. “Só não estamos abertos a políticos envolvidos com corrupção”, pontuou, relembrando que este não é o caso do senador Pedro Chaves. “Venho para abonar seu passado. O Brasil precisa de homens honestos que brilhem como o sol para aquecer com honestidade”, completou.

O ex-prefeito de Campo Grande e presidente regional do PTB, Nelsinho Trad, que também participa do evento desta noite, teceu elogios a Pedro Chaves e afirmou ser “uma honra prestigiar o evento”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions