A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

02/12/2017 09:37

PHS e PSB dizem que serviços prestados credenciam André como candidato

PMDB faz convenção para eleger Puccinelli presidente neste sábado, em Campo Grande

Mayara Bueno e Humberto Marques
Prefeito de Coxim, Aluizio São José, do PSB. (Foto: André Bittar).Prefeito de Coxim, Aluizio São José, do PSB. (Foto: André Bittar).

Serviços prestados em Campo Grande e Mato Grosso do Sul pelo ex-chefe dos executivos municipal e estadual, André Puccinelli (PMDB), contribuem com uma eventual candidatura dele. É como avaliam lideranças do PSB e PHS, que acompanham a convenção dos peemedebistas neste sábado (2).

André ainda não confirmou que sairá candidato ao governo em 2018. Os colegas do partido, no entanto, insistem na ideia.

Prefeito de Coxim, Aluizio São José (PSB) diz que a política brasileira "tem passado por momentos difíceis", mas André Puccinelli tem à seu favor as gestões municipal e estadual que comandou.

A mesma avaliação tem o presidente do PHS, Emídio Milas. Ele também defende o trabalho desempenhado por André e afirma que pesquisas internas apontam que ele é "bem visto" pelos eleitores do interior do Estado.

Embora façam elogios, eventual apoio nas eleições de 2018 ao PMDB não está definido. O PSB, por exemplo, desenha candidatura própria, com os nomes do ex-prefeito de Dourados, Murilo Zauith, e Ricardo Ayache despontando no cenário.

A convenção nacional será em janeiro de 2018, quando o partido anuncia a política de alianças.

Já o PHS terá somente candidatos à deputados estaduais e federais. Conforme Emídio, a fase agora é de acompanhar e analisar as candidaturas que se colocam. Em julho próximo o partido bate o martelo sobre as alianças.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions