A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Julho de 2018

04/02/2010 10:50

PR e partidos nanicos não entram em acordo sobre bloco

Redação

O PR e os pequenos partidos representados na Assembléia Legislativa não entraram em acordo sobre a formação de um bloco, composto por oito parlamentares.

A intenção era ocupar duas vagas em cada comissão temática da Casa, mas a formação do grupo não foi possível, devido a divergências ideológicas a respeito das eleições deste ano.

Na prática, alguns parlamentares "solitários" ainda não estão definidos politicamente. Outros, já sabem que vão apoiar o tucano José Serra e alguns já estão certos sobre o apoio à ministra Dilma Roussef. Já o PR estará com a candidata petista em âmbito nacional, mas apoiará André Puccinelli (PMDB) em Mato Grosso do Sul.

"Poderia dar conflito e achamos melhor deixar assim", detalhou o deputado Márcio Fernandes, do PTdoB.

Além disso, o PR temia perder a liderança com a formação do bloco, justamente em um ano eleitoral.

Além de Márcio Fernandes, outros quatro parlamentares são únicos representantes de seus partidos no Legislativo: Zé Teixeira (DEM), Antônio Braga (PDT), Diogo Tita (PPS) e Coronel Ivan de Almeida (PRTB).

Sem formar o bloco, PR e pequenas siglas terão de entrar em consenso e indicar apenas um membro para cada comissão temática da Casa.

Tanto o presidente da Assembléia, Jerson Domingos (PMDB), quanto o líder do governo na Casa, Youssif Domingos (PMDB), já vinham apostando no fracasso da formação do bloco.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions