A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

14/12/2010 17:30

Prefeito estava relacionado mas não depôs sobre morte de vereador

Marta Ferreira e João Humberto

Oito testemunhas foram ouvidas hoje sobre o crime

Acusados da morte de vereador participaram de audiência para ouvir testemunhas essa tarde.Acusados da morte de vereador participaram de audiência para ouvir testemunhas essa tarde.

Durou 2h50 a primeira audiência do processo contra os três homens pelo assassinato do vereador Carlos Antonio Carneiro, de Alcinópolis, Ireneu Maciel, 34 anos, Aparecido Souza Fernandes, 34 anos, e Valdemir Vansan, 37 anos. Foram ouvidas 8 testemunhas de acusação. O prefeito da cidade, Manoel Nunes da Silva (PR), que estava relacionado entre as testemunhas, não foi ouvido.

O promotor responsável pela acusação e o advogado contratado pela família da vítima para fazer assistência afirmaram que Manoel, tido como suspeito pela família, será ouvido por carta precatória em Alcinópolis. No processo, a informação é de ele desistiu de ouvir o prefeito.

O juiz responsável pelo processo, Aluízio Pereira dos Santos, da 2 ª Vara do Tribunal do Júri, já marcou a audiência para ouvir as testemunhas de defesa e os acusados da execução. Será no dia 8 de fevereiro.

São 9 testemunhas ao todo, mas só 7 serão ouvidas em Campo Grande. Duas vão ser interrogadas em Ponta Porã, cidade de origem de Ireneu Maciel, o homem que atirou no prefeito.



esse caso está igual ao do vereador "Fávio godoy" a justiça finge que vai resolver mais ate agora nada.
 
celia godoy em 15/12/2010 07:21:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions