A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Julho de 2018

02/11/2017 12:45

Prefeito usou arrecadação do Refis para pagar folha de novembro

Primeira fase do Refis arrecadou R$ 27,2 milhões aos cofres municipais

Leonardo Rocha e Bruna Kaspary
Prefeito concedeu entrevista no Cemitério São Francisco (Foto: Marcos Ermínio)Prefeito concedeu entrevista no Cemitério São Francisco (Foto: Marcos Ermínio)

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) afirmou hoje (02), no final da manhã, que utilizou os R$ 27, 2 milhões arrecadados com o Refis (Programa de Recuperação Fiscal), para pagar a folha salarial do mês de novembro, em Campo Grande. Ele também citou a "credibilidade" que sua gestão teve para conseguir a adesão dos contribuintes.

"Esta arrecadação mostra a credibilidade que a gente conquistou, que não vemos na atual conjuntura política do País. Além disto, começamos esta nova fase do Refis até o final de novembro, e temos a obrigação de retornar este esforço para população", disse Marquinhos, durante visita ao Cemitério São Francisco.

O prefeito revelou que usou o recurso para pagar a folha salarial do mês de novembro, que já estava na conta do servidor, segundo ele, desde ontem (1) a noite. "Pagamos a folha com este recurso, já que não tínhamos antes. Somos uma das únicas capitais do País com salário em dia, mesmo diante de uma crise na economia, além de receber uma dívida de meio bilhão".

A primeira etapa do Refis municipal terminou na última terça-feira, 31. Oferecia desconto de até 90% e arrecadou R$ 27, 2 milhões com o atendimento de 25.286 contribuintes, conforme dados divulgados pela prefeitura.

Teve início ontem (1), a segunda do programa, que se estenderá até o dia 30 deste mês, com desconto de 85% nos juros e na correção monetária para pagamento à vista de taxas e tribunos, e 75% para pagamento de multas.

Só no ultimo dia da primeira fase, 2.966 pessoas passaram pela Central de Atendimento ao Cidadão. Quem optar pelo pagamento parcelado terá desconto de 70% nos juros e na correção monetária em 6 vezes, e 25% nos juros e na correção monetária em 12 vezes. Multas não serão parceladas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions