A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

17/02/2009 21:40

Prefeitura nega que secretário tenha pedido exoneração

Redação

A prefeitura de Dourados negou que tenha exonerado o secretário de saúde, Edvaldo Moreira. Segundo o coordenador de comunicação da prefeitura, Eleandro Passaia, foram espalhados rumores pela cidade de que Edvaldo estaria descontente com a redução de salário no cargo e por isso deixaria a função de secretário, mas isso é apenas boato.

Eleandro disse que o prefeito Artuzi não exonerou e não pretende exonerar seu secretariado, mas já informou que caso algum deles estiver descontente, pode sair quando quiser.

"A carga horária dos secretários realmente é árdua, afinal, o expediente começa às 6h e termina por volta das 20h. Então, caso algum secretário se sinta desanimado, o prefeito disse que pode assinar tranquilamente sua exoneração", observou Eleandro.

Os boatos foram feitos com base na redução de R$ 2 mil reais dos salários de cada secretário. No ano passado a Câmara de Dourados aprovou o aumento de salário dos secretários 30 dias antes das eleições e a lei orgânica do município não permite essa decisão.

Foi então, que agora, o prefeito Ari Artuzi (PMDB) decidiu reduzir de R$ 8,6 mil para R$ 6,6 mil os salários dos secretários.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions