A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Agosto de 2017

04/02/2016 11:19

Presidente diz que espera manter "paz e harmonia" com prefeito até fim do ano

João Rocha reiterou discurso pacificador em relação a Bernal

Mayara Bueno e Antonio Marques
Prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP) (à esquerda) e João Rocha (PSDB), presidente da Câmara Municipal (à direita). (Foto: Fernando Antunes)Prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP) (à esquerda) e João Rocha (PSDB), presidente da Câmara Municipal (à direita). (Foto: Fernando Antunes)

O presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, vereador João Rocha (PSDB), reiterou, nesta quinta-feira (4), que espera manter o “clima de paz e harmonia” da sessão inaugural na casa de leis durante o restante do ano, quando a atual legislatura do parlamento e o mandato de Alcides Bernal (PP) terminam. 

Rocha manteve o discurso de paz entre o legislativo e o executivo, comandado pelo prefeito da Capital. “Esperamos que o clima de harmonia e tranquilidade continue. Nós vamos fazer nosso trabalho, que é legislar e fiscalizar a administração e apontar as sugestões”. Por outro lado, a Prefeitura deverá fazer seu trabalho, acrescenta.

Nesta quarta-feira, acontece, de fato, a primeira sessão do ano, uma vez que ontem a reunião não aconteceu e na terça ocorreu a sessão solene de abertura dos trabalhos. A propalada paz entre os poderes deve ser testada hoje, quando os vereadores votam os vetos do prefeito em pelo menos 10 projetos. Eles podem decidir derrubar a proibição.

Um deles é referente ao projeto que isenta contribuintes de moradias sociais e com câncer do pagamento do IPTU, além da proposta que destinava cota para negros e índios em concursos públicos municipais.

Sessões comunitárias – Sem apresentar detalhes, o presidente da casa de leis afirmou a continuidade das sessões comunitárias e itinerantes, que aconteciam na quarta-feira, “como forma de deixar a Câmara mais próxima da população”.

Rocha afirmou que se reuniu ontem para formatar das próximas sessões comunitárias. Há, ainda, a possibilidade de construir sessões em conjunto com o Executivo Municipal. Segundo o vereador, o assunto ainda está sendo avaliado.

As sessões comunitárias acontecem em bairros de Campo Grande, onde os parlamentares levantam as necessidades e reclamações dos moradores. A ideia é reunir a demanda para sugerir indicações à Prefeitura ou elaborar projetos de leis.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions