A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

02/02/2016 16:10

Mesmo com reforma, banheiros para deficiente não funcionam na Câmara

"Está bonito, mas não consegui usar o banheiro", diz João, 57 anos, que depende de muletas para se locomover

Bianca Bianchi
Deficiente mostra por quê não conseguiu usar banheiro (Foto: Fernando Antunes) Deficiente mostra por quê não conseguiu usar banheiro (Foto: Fernando Antunes)

O aposentado João Faria Alves participou na manhã desta terça-feira (2) da sessão inaugural da Câmara Municipal de Campo Grande, que retomou os trabalhos da casa para o ano de 2016. Chegando lá, ele se deparou com algumas dificuldades na acessibilidade.

João teve paralisia infantil e, por isso, tem o movimento dos membros inferiores comprometidos. Para se locomover, ele, hoje com 57 anos, faz uso de muletas. Durante a sessão de hoje, não conseguiu usar o banheiro.

"O prédio está bonito, com pintura nova, mas não consegui usar o banheiro. Nenhum dos dois. Um não tinha como fechar a porta e o outro tinha um saco preto no vaso sanitário, nem sei o que aconteceu. Eu acho uma falta de respeito com o cidadão que vem acompanhar a sessão interessado e preocupado com o progresso da nossa cidade", relata João.

Além disso, ele reclama não ter acesso ao pavimento superior do prédio da Câmara, onde funcionam a parte administrativa e os gabinetes de alguns vereadores, inclusive do presidente da casa.

A assessoria de imprensa da Câmara informou que o banheiro para deficientes físicos localizado no hall de entrada do plenário não estava funcionando hoje por falta de água. A Câmara abriu um chamado junto à empresa Águas Guariroba para resolver o problema. O outro, localizado dentro do prédio próximo aos gabinetes dos vereadores, terá o problema resolvido até hoje ao fim do dia.

A assessoria ressaltou também que durante a reforma fez adequações no estacionamento, colocando as vagas de deficientes e idosos na área coberta.

Sobre a acessibilidade interna do prédio, a Câmara admite que existem algumas falhas, mas divulgou que tem feito as adequações possíveis enquanto estuda um projeto mais completo, que conta, inclusive, com a instalação de um elevador dentro do prédio para dar acesso ao 2º andar.

João tentou usar um dos banheiros para deficientes, mas local estava interditado. (Foto: Fernando Antunes)João tentou usar um dos banheiros para deficientes, mas local estava interditado. (Foto: Fernando Antunes)

Reforma – Durante o recesso da Câmara, que teve início no dia 22 de dezembro de 2015, o prédio da casa retomou a reforma que iniciou em novembro. As obras foram paralisadas por causa da chuva. Foram investidos R$ 200 mil para a realização da pintura externa do imóvel, construção de novas salas, guarita e reformas do telhado e em quatro gabinetes parlamentares, além de adequações na recepção da presidência da Casa.

Direto das Ruas - A sugestão acima foi enviada à redação do Campo Grande News via WhatsApp, pelo canal Direto das Ruas. Pelo número (67) 9687-7598 ou então pelo e-mail redacao@news.com.br, podem ser enviados flagrantes, sugestões de matérias, notícias, fotos, áudios e vídeos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions