A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

09/06/2012 10:25

Presidente do TCE diz responsável por avaliar dívida podre é o Poder Executivo

Nyelder Rodrigues

O presidente do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul (TCE-MS), Cícero Antonio de Souza, explicou na última quarta-feira (6), durante sessão no Tribunal, que a instituição é de controle externo, e que não cabe aos conselheiros avaliar processos da dívida ativa do Estado.

Conforme o Cícero Antonio de Souza, cabe única e exclusivamente ao Poder Executivo avaliar a dívida, já que a gestão da parte financeira do Estado é feita pelo Executivo.

O Conselheiro ainda sugeriu que o governador encaminhe à Assembleia Legislativa um projeto de lei que proponha o parcelado ou desconto da dívida, estimulando que os devedores façam o pagamento dos valores recebíveis.

Ainda assim, Cícero confirmou que a Comissão de Acompanhamento das Contas a Receber do Estado, integrada pelos conselheiros José Ancelmo dos Santos e Waldir Neves, além do procurador João Antônio de Oliveira Martins Junior, examinou por amostragem diversos processos relacionados à dívida ativa do Estado.

Ele diz que, com isso, o TCE-MS já contribuiu com o Governo do Estado e Procuradoria Geral do Estado (PGE) apresentando o que é dívida podre ou não, cabendo ao governo e ao PGE tomar as medidas cabíveis para a extinção das dívidas.

Após pedido do governador, TCE afirma que analisa dívida podre de MS
Após o governador André Puccinelli (PMDB) indicar que o Tribunal de Contas do Estado (TCE-MS) deveria definir regras para que a parte da dívida já co...
Tribunal marca julgamento da apelação de Lula para janeiro de 2018
O Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região, sediado em Porto Alegre, marcou para 24 de janeiro de 2018 o julgamento da apelação do ex-presidente ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions