A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

07/07/2009 15:17

Presos pela PF serão levados para presídio Harry Amorim

Redação

A Polícia Federal encaminhará ao presídio Harry Amorim Costa os presos nesta terça-feira pela operação Owari, que desmontou um esquema de favorecimento a empresários por meio de licitações fraudulentas.

Por enquanto, dos 41 mandados de prisão expedidos, quatro pessoas tiveram a prisão preventiva decretada.

O delegado Bráulio Galoni, da Polícia Federal de Dourados, não confirma nomes, mas informações preliminares dão conta de que as quatro pessoas que ficarão presas são Sizuo Uemura, seus filhos Eduardo Uemura e Sizuo Uemura Júnior e um homem conhecido como Polaco, que é funcionário da Pax Primavera, de propriedade da família.

O ex-secretário de Estado de Saúde, João Paulo Esteves, foi detido em Campo Grande e está sendo levado para Dourados. O vice-prefeito de Ponta Porã, Eduardo Campos (DEM), e o presidente da Câmara de Naviraí, José Odair Gallo (PDT), também estão seguindo para o município, onde se concentram as investigações.

Entretanto, os políticos presos em outros municípios ainda não chegaram à sede da PF em Dourados.

Com o andamento das investigações, outras pessoas podem ter as prisões preventivas decretadas. Neste caso, de acordo com o delegado da PF, as mulheres serão ouvidas e encaminhadas ao presídio feminino de Dourados.

Os mandados de prisão estão sendo cumpridos em Dourados, Campo Grande, Naviraí, Ponta Porã, além de Guaíra e Umuarama (no Paraná).

Segundo as investigações, realizadas há dois anos, a organização tinha vantagens em prefeituras, explorando serviços públicos sem processo licitatório. Para isso, funcionários eram corrompidos.

Sizuo Uemura é bastante conhecido na cidade: tem concessionárias de veículos, um hospital e é forte no ramo de funerária, onde detém monopólio.

Considerada "dona de meia Dourados", a família Uemura fez doações para a campanha do prefeito Ari Artuzi (PDT) por meio da empresa Viasul Veículos, concessionária da Ford.

Conforme a divulgação de contas prestadas ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), foram duas doações: a primeira de R$ 26,9 mil e a segunda no valor de R$ 8.754.

Secretários municipais foram, inclusive, indicados por Eduardo Uemura, filho de Sizuo. Na administração de Laerte Tetila (PT), a família também era tida como muito próxima.

Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...
Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...
TRE realiza plantão para cadastramento biométrico neste sábado na Capital
O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) realiza neste sábado mais um plantão para atender eleitores de Campo Grande que ainda nã...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions