A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

06/02/2018 11:31

Primeiro projeto do governo para Assembleia será sobre Aquário

Governador também destacou que ano eleitoral não deve influenciar no trabalho dos deputados

Aline dos Santos e Leonardo Rocha
Azambuja (à esquerda) entregou balanço do governo ao presidente da Assembleia, Junior Mochi.
(Foto: André Bittar)Azambuja (à esquerda) entregou balanço do governo ao presidente da Assembleia, Junior Mochi. (Foto: André Bittar)

O Aquário do Pantanal será tema do primeiro projeto que o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) vai enviar à Assembleia Legislativa em 2018. Nesta terça-feira (dia 6), ao participar da reabertura dos trabalhos no Poder Legislativo, o governador afirmou que o projeto pede autorização para utilizar recursos das compensações ambientais na obra, que será retomada.

Sem detalhar o projeto, ele reafirmou que o Aquário não faz parte da sua prioridade, mas que não poderia deixar a obra inacabada. Azambuja diz que está contente com a solução encontrada e que teve aval dos poderes para conclusão do empreendimento, localizado nos altos da avenida Afonso Pena, em Campo Grande.

Em 2014, uma lei, que também passou pelo crivo dos deputados estaduais, assegurou que compensações ambientais custeassem o término da obra, orçado em R$ 34,2 milhões. Após a obra ficar paralisada, os contratos para retomada e conclusão serão assinados hoje, com valor de R$ 38,7 milhões e dispensa de licitação.

A Construtora Maksoud Rahe ficará com o contrato maior, de R$ 27.569.534,83, e a Tecfasa Brasil Soluções em Eficiência Energética de R$ 11.204.906,11. Ela fará serviços que incluem a filtragem, automação e iluminação, além da construção cenográfica.

Maturidade – Durante entrevista, o governador ainda destacou que o ano eleitoral não deve influenciar no trabalho dos deputados. “Mesmo sendo ano eleitoral, com clima mais acirrado entre os partidos, os deputados têm muita maturidade para saber diferenciar e votar os projetos importantes do governo. Até os partidos de oposição nunca atrapalharam os trâmites”, avalia Azambuja.

Conforme o governador, a boa relação com a Assembleia Legislativa permite que o governo deixe um ótimo legado. “Como solidez fiscal, capacidade de investimentos e recursos para, além de pagar as contas, investir nos 79 municípios. Em áreas como saneamento, infraestrutura, estradas e habitação”, afirma.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions