A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

12/02/2016 12:45

Projeto fixa critérios no atendimento domiciliar a pacientes crônicos

Leonardo Rocha
Paulo Corrêa, autor do projeto, em conversa com Onevan de Matos, durante sessão (Foto: Assessoria/ALMS)Paulo Corrêa, autor do projeto, em conversa com Onevan de Matos, durante sessão (Foto: Assessoria/ALMS)

O projeto de autoria de Paulo Corrêa (PR) estabelece critérios de conduta, no atendimento aos pacientes crônicos, em cidades que possuem o PSF (Programa de Saúde da Família). Ele se refere aqueles que estão acamados de forma prolongada, que estão fora do ambiente hospitalar. A intenção é tornar o tratamento mais eficaz, para melhorar sua qualidade de vida.

De acordo com a proposta, os agentes comunitários de saúde devem identificar estes pacientes, colher as informações necessárias para SES (Secretaria de Estado de Saúde), que irá providenciar o cadastro. Estas informações serão encaminhadas aos gestores municipais, que precisam viabilizar a visita de médicos da família a estes lugares.

O médico irá indicar o tratamento adequado, podendo prescrever a necessidade de uma equipe multidisciplinar, ou se for o caso, uma internação hospitalar. Estes dados devem ser compartilhados entre municípios e governo estadual, para que sejam planejadas políticas mais eficazes.

O autor ainda cita que estas ações preventivas de saúde, irão implicar em economia aos cofres públicos. O projeto segue para as comissões permanentes, para depois ser apreciado no plenário, onde os deputados avaliam primeiro a legalidade e depois o mérito da proposta.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions