A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019

16/09/2019 13:17

Projeto obriga profissional de Educação Física para treinos em condomínios

Quando houver treinos físicos com orientação, deve ser feito por professores de educação física

Leonardo Rocha
Deputados Eduardo Rocha (MDB), Zé Teixeira (DEM), Herculano Borges (SD), autor do projeto, e Paulo Corrêa (PSDB), durante sessão (Foto: Luciana Nassar/ALMS)Deputados Eduardo Rocha (MDB), Zé Teixeira (DEM), Herculano Borges (SD), autor do projeto, e Paulo Corrêa (PSDB), durante sessão (Foto: Luciana Nassar/ALMS)

O projeto apresentado na Assembleia obriga que as pessoas que orientam treinos em condomínios ou associações residenciais, sejam profissionais da área, ou seja, professores de educação física, inclusive com registro ativo junto ao conselho da categoria.

Esta exigência é tanto para as aulas gratuitas, como remuneradas. Quando as atividades forem feitas sem orientação (treinos), por conta própria, elas não precisam de tais regras.

“A vida fitness nunca esteve tão em alta, seja por saúde ou cuidados estéticos é cada vez mais comum que as pessoas procurem por atividades físicas. Mas para que o trabalho seja bem feito é necessário um profissional, o educador físico”, disse o autor do projeto, Herculano Borges (SD).

Ficará a critérios dos condomínios ou moradores contratarem este profissional da área, para conduzir e orientar as atividades. Esta lei deve ser fixada em local visível dentro dos residenciais, contendo inclusive o nome do professor, com o número de registro da profissão.

O autor alega que recebeu muitas denúncias e reclamações que pessoas não graduadas estão atuando e orientando de forma irregular, moradores em treinos em condomínios residenciais. O projeto segue para as comissões da Assembleia, para depois ser votado em plenário pelos deputados.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions