A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

20/06/2015 08:01

PSDB mostra força e define nomes para vencer nas maiores cidades

Lidiane Kober
PSDB deu a volta por cima com a eleição de Reinaldo Azambuja e promete sair forte em 2016 (Foto: Marcos Ermínio)PSDB deu a volta por cima com a eleição de Reinaldo Azambuja e promete sair forte em 2016 (Foto: Marcos Ermínio)

Com 48% do eleitorado sul-mato-grossense, Campo Grande, Dourados, Três Lagoas e Corumbá são prioridades e o PSDB investe pesado para entrar com tudo na disputa eleitoral nos maiores colégios eleitorais do Estado. Ao contrário dos demais partidos, os tucanos já tem pré-candidatos com densidade eleitoral nos quatro municípios. Alguns, inclusive, foram importados de outras agremiações.

É o caso do ex-deputado federal Marçal Filho (ex-PMDB) e do ex-prefeito Ruiter Cunha (ex-PT). Os dois podem assinar ficha de filiação, hoje (20), durante convenção estadual do PSDB. Marçal já confirmou ingresso no ninho tucano e não esconde de ninguém sua intenção de concorrer à Prefeitura de Dourados.

A vontade é tamanha que ele decidiu deixar o PMDB por não ver espaço, diante da certeza da candidatura do deputado federal Geraldo Resende (PMDB).

A situação de Ruiter é semelhante. Ele também é cotado para concorrer à Prefeitura de Corumbá, mas o PT considera natural a reeleição do prefeito Paulo Duarte (PT). Ele, no entanto, ainda não confirmou seu ingresso ao PSDB e o anúncio é esperado para hoje.

Já em Três Lagoas, o deputado estadual Ângelo Guerreiro (PSDB) é cotadíssimo para novamente disputar à prefeitura. Pesquisas de opinião pública, inclusive, o apontam como o favorito.

Na Capital, a vice-governadora Rose Modesto conta com a simpatia do tucanato e pode entrar na corrida eleitoral. “Ela é a liderança que mostra maior densidade eleitoral. Estamos há um ano da eleição e ajustes podem acontecer, mas, evidentemente que, hoje, ela é o nome que mais se destaca”, afirmou o presidente regional do partido, Márcio Monteiro.

Em alta – No comando do Governo do Estado, o PSDB vem mostrando força e atraindo novos filiados. O governador Reinaldo Azambuja (PSDB), inclusive, promete mais surpresas para os próximos dias e não descarta a filiação de políticos com mandato.

O momento vem para sepultar de vez má fase que enfrentou em 2002, depois da senadora Marisa Serrano (PSDB) perder disputa pelo Governo do Estado e de o PSDB ficar de fora do comando da Presidência da República.

“Na época, o partido encolheu muito, ficamos sem nenhum deputado federal e perdemos cinco cadeiras na Assembleia Legislativa”, lembrou Monteiro. Hoje, o partido tem 11 prefeitos e quatro deputados estaduais. Hoje, mais dois prefeitos devem se filiar à legenda.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions