ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  16    CAMPO GRANDE 28º

Política

PT define vice na chapa ao governo e projeta visita de Lula a MS para setembro

Advogado e vereador em Coxim, Abílio Vanelli foi o nome escolhido para compor a chapa petista

Por Jhefferson Gamarra | 05/08/2022 14:51
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade
Vice candidato ao governo Abilio Vaneli ao lado da candidata Gisele Marques (Foto: Jhefferson Gamarra)
Vice candidato ao governo Abilio Vaneli ao lado da candidata Gisele Marques (Foto: Jhefferson Gamarra)

O PT anunciou nesta sexta-feira (5) o vereador de Coxim, Abílio Vaneli, como candidato a vice na chapa encabeçada pela advogada Giselle Marques, na disputa ao governo de Mato Grosso do Sul nas eleições deste ano. Além da confirmação do vice, a direção estadual da sigla informou que está negociando a vinda do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Estado.

“Chegamos ao nome do Abílio para garantir uma representatividade da nossa chapa em todas as regiões. O Thiago Botelho [candidato ao Senado] representa Dourados, a Gisele que é de Campo Grande, mas tem uma história com Corumbá. E agora o Abílio vem para representar a região norte do Estado”, explicou Vladimir Ferreira, presidente do PT em Mato Grosso do Sul.

Advogado e vereador de Coxim, Abilio Vanelli, candidato a vice governador em MS (Foto: Jhefferson Gamarra)
Advogado e vereador de Coxim, Abilio Vanelli, candidato a vice governador em MS (Foto: Jhefferson Gamarra)

Formado em direito, Abílio Vanelli atua nas áreas cível, criminal e previdenciária, foi secretário geral da OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso do sul) e está em seu segundo mandato como vereador em Coxim. “Não só a região norte de Mato Grosso do Sul estará representada, mas todos o canto, por vamos andar todos os municípios deste Estado. Vai ser uma honra reforçar o time do presidente Lula em Mato Grosso do Sul”, frisou o vice.

A principio, o nome do vice candidato na chapa petista seria indicado pelos partidos que compõe a federação conjunta com o PCdoB e PV. No entanto, após orientação nacional, as siglas decidiram indicar os nomes mais competitivos para concorrer a vagas no legislativo federal e estadual, tendo em vista a clausula de barreira, que condiciona o acesso a recursos do fundo partidário e a tempo de rádio e TV ao desempenho nas eleições.

Visita do ex-presidente Lula a MS – No inicio da semana, a candidata petista Giselle Marques esteve em Brasília negociando alguns assuntos com a cúpula nacional do Partido do Trabalhadores, entre elas a vinda do ex-presidente e candidato ao Planalto nas eleições deste ano, Luiz Inácio Lula da Silva.

De acordo com Gisele Marques, está pré-agendada uma visita do ex-presidente a Mato Grosso do Sul após o dia 15 de setembro. Porém a definição acontecerá somente após a esquematização de um forte esquema de segurança para receber o petista.

“Nossa ideia é que o presidente Lula esteja aqui por volta do dia 15 de setembro. Tanto pelo fato de que temos colégios eleitorais maiores e nós aqui da direção queremos organizar um esquema de segurança forte. Eu temo pela segurança do presidente Lula. Queremos que ele venha, mas com a certeza de que podemos oferecer a segurança necessária, para que as forças de extrema direita que não aceitam a democracia e o retorno da justiça social no Brasil, possam prejudicar nosso candidato”, pontou a candidata ao governo.

Nos siga no Google Notícias