A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

14/04/2011 18:28

Puccinelli afirma que PSD ainda não terá peso em Mato Grosso do Sul

Jorge Almoas

O governador André Puccinelli disse hoje em evento da Anoreg/MS (Associação dos Notorários e Registradores do MS) que o PSD (Partido Social Democrata), fundado simbolicamente ontem, ainda não terá peso em Mato Grosso do Sul. No Estado, a sigla será coordenada pelo empresário Antônio João Hugo Rodrigues, ex-PTB.

“O partido não vai ter tempo de rádio e TV no ano que vem e não tem fundo partidário. O que vai sustentá-lo?”, lançou o governador.

Sobre o tempo de propaganda, Puccinelli se refere ao tempo que cada partido tem nos programas políticos, no caso, para as eleições municipais em 2012.

Outro entrave na trajetória do PSD em Mato Grosso do Sul é o fundo partidário, que se destina à manutenção dos partidos políticos. O fundo é composto por multas e penalidades eleitorais, recursos financeiros legais, doações espontâneas privadas, dotações orçamentárias públicas.

A criação do PSD foi encabeçada pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (ex-DEM). No entanto, para obter registro no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) são necessárias 500 mil filiações até julho.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions