A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

27/12/2011 13:21

Governador quer escolher o candidato antes de abril de 2012

Wendell Reis
Governador demonstrou vontade de lançar uma mulher como vice do candidato do PMDB (Foto:João Garrigó)Governador demonstrou vontade de lançar uma mulher como vice do candidato do PMDB (Foto:João Garrigó)

O governador André Puccinelli (PMDB) voltou a colocar a vice-governadora Simone Tebet (PMDB) como uma das pré-candidatas de seu partido a Prefeitura de Campo Grande. Para o governador, o PMDB não deve deixar de fora alguém com peso eleitoral tão grande.

“Que time você torce? Você não gostaria de ter o Neymar no seu time. O Iniesta, Puyoul. A Marta. Então, já falei. Quem não quer a Marta no Flamengo?”, brincou. Puccinelli voltou a afirmar que o candidato será escolhido em março e não em maio como anunciou o prefeito.

“Quando ele foi escolhido era outro contexto. Tinha o PPS e o PSDB junto com a gente. Agora o contexto é um pouquinho mais difícil. Precisamos antecipar para dar tempo de desenvolver velocidade”. André acredita que o candidato precisava atingir 44,8% do eleitorado para se eleger no primeiro turno, mas não acredita que isso ocorrerá.

Puccinelli prevê a candidatura de no mínimo quatro e máximo seis nomes a Prefeitura da Capital, adiantando que muitos devem desistir. O governador aproveitou a oportunidade para alfinetar Alcides Bernal (PP), dizendo que o deputado está muito afoito. “Não sabe que a carreira é longa. De 3.600 metros e não adianta ser Quarto de Milha, tem que ser Árabe: velocidade e longa distância. No frigir dos ovos acabam desistindo. Não conseguem estrutura partidária. De 0% a 4% e de 4% a 8% é pouco”.

O governador voltou a falar de Simone ao analisar que o vice quando não atrapalha, já ajuda muito e que quando ajuda, é coisa de louco. Neste instante, ressaltou que precisa da sensibilidade de uma mulher. Questionado sobre quem seria esta mulher, Puccinelli brincou que estava com câimbra e escorou em Simone, lembrando que ela já declarou que tem uma chance em 1.000, o que não pode ser descartado.



Seria muito bom uma representante mulher para nossa cidade morena. Simone é sensivel aos problemas da população.
 
Ilde Xavier em 27/12/2011 03:11:45
Se o PMDB lança a Simone à prefeitura de C Grande ganha no primeiro turno com os pés nas costas.

E não há impedimento para que ela se candidate, pois não é reeleição. Ela está livre para disputar o cargo.
 
Jean Oliveira em 27/12/2011 02:59:27
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions