A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

22/02/2011 09:51

Puccinelli diz que não foi procurado sobre indicação para cargos federais

Fabiano Arruda e Ítalo Milhomem

Governador afirmou que nenhum partido o procurou para discutir o assunto

Governador entregou reforma do prédio da Cigcoe nesta manhã. (Foto: João Garrigó)Governador entregou reforma do prédio da Cigcoe nesta manhã. (Foto: João Garrigó)

Em entrevista nesta manhã na Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais), em Campo Grande, o governador André Puccinelli (PMDB) afirmou que não tem participado da indicação de nomes de Mato Grosso do Sul para cargos no governo federal, mas que seu partido está autorizado a fazer isso.

Ele afirmou que não foi procurado até o momento, “nem por PT, PR ou PMDB”, para a discussão. No entanto, Puccinelli explicou que, caso seja chamado, apenas avalia os nomes.

“Não quero participar de indicação de nomes porque não pretendo me responsabilizar por ninguém”, comentou.

O governador afirmou que, na legislatura passada, foi procurado pelo senador Delcídio Amaral (PT) e, como explicou, avaliou os nomes.

Puccinelli também considera que o deputado federal Geraldo Resende (PMDB) merecia ser indicado a um cargo federal, pois “fez campanha para a Dilma”.

Possíveis indicações - Até agora, em Mato Grosso do Sul, o ex-deputado e atual suplente de deputado federal, João Grandão (PT), pode ser indicado pelo grupo do senador Delcídio do Amaral (PT) para assumir a superintendência do Incra-MS (Instituto nacional de Colonização e Reforma Agrária) ou a delegacia do MDA (Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar) no Estado.

Outro petista que também pleitearia uma vaga em cargos federais é o ex-deputado estadual Amarildo Cruz. O grupo de Cruz discute sua indicação para a direção do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais renováveis) no Estado.

O também ex-deputado estadual Pedro Teruel (PT) estaria cotado para assumir a superintendência do Dnit (Departamento nacional de Infraestrutura de Transportes) no Estado, atualmente ocupado pelo ex-governador, Marcelo Miranda.

Puccinelli inaugura reforma no prédio da Cigcoe nesta 3ª feira
O governador André Puccinelli (PMDB) inaugura hoje,a partir das 8h, a reforma do prédio da Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises ...
Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...


Claro que esse governador não será procurado para indicar cargo federal ele apoiou o Serra, e muito menos o PMDB, com excessão do Prefeito Nelsinho Trad que seguiu a determinação nacional e apoiou a Presidente Dilma esse sim tem toda a moral para indicar cargo federal.
 
Mário Márcio em 22/02/2011 12:10:21
Se rouam petistas... vcs nunca mais governam esse estado
 
Juvenal Barbosa Martins em 22/02/2011 11:27:41
Este mário márcio deve ser petista para fazer um comentário infeliz como este...alguma dúvida?
Acho que o nosso governador e não esse governador como diz o infeliz petista acima, não deve mesmo entrar em disputas por cargos em órgãos como mda, incra e ibama. É queimar muito cartucho à toa.
 
Paulo Márcio Vieira da Silva em 22/02/2011 03:44:06
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions