A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

28/01/2009 20:00

Redução do IPI afeta o orçamento do Estado, diz André

Redação

No início da noite, o governador do Estado, André Puccinelli (PMDB), disse que a isenção do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) dos automóveis zero quilômetro reduziu ainda mais a receita do Estado neste início de ano. "Nós vínhamos recebendo cerca de R$ 53 milhões de repasses do FPE [Fundo de Participação dos Estados], devemos fechar janeiro recebendo cerca de R$ 42 milhões, ou seja, mais de R$ 10 milhões a menos", revela Puccinelli.

O governador explica que o impacto da redução do IPI, imposto recolhido pela União, é tão grande nas contas de Mato Grosso do Sul porque ele é um dos principais componentes do FPE, fundo repassado mensalmente para todos os Estados pelo governo federal. Outro imposto de grande relevância na composição do FPE é o Imposto de Renda.

Puccinelli também citou outras situações que têm contribuído para o encolhimento do orçamento estadual. "Temos ainda crise financeira internacional e a diminuição na compra de gás da Bolívia", lembrou.

De acordo com o governo do Estado, a crise tem diminuído o ritmo da economia e consequentemente a arrecadação do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), principal fonte de receita do Estado.

Quanto ao gás importado da Bolívia, o recolhimento do ICMS é feito em Mato Grosso do Sul, e desde o ano passado, quando uma situação de instabilidade política atingiu aquele país causando a interrupção do fornecimento de gás, o consumo vem caindo no Brasil.

Brasília

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions