A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018

12/10/2018 12:44

Reinaldo cita apoio de Bolsonaro e Odilon fala sobre qualidades

Os dois candidatos, que se enfrentam na segunda etapa do pleito, apareceram em programas eleitorais nesta sexta-feira

Mayara Bueno
Reinaldo ainda na cabine de votação no domingo (7 de outubro). (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo).Reinaldo ainda na cabine de votação no domingo (7 de outubro). (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo).
Odilon de Oliveira concede entrevista após resultado do 1º turno. (Foto: Divulgação/Assessoria).Odilon de Oliveira concede entrevista após resultado do 1º turno. (Foto: Divulgação/Assessoria).

No primeiro programa eleitoral na televisão no 2º turno, nesta sexta-feira (dia 12), Reinaldo Azambuja (PSDB), atual governador de Mato Grosso do Sul, e Odilon de Oliveira (PDT), tiveram o mesmo tempo para agradecer os eleitores, mostrar apoios e qualidades.

Azambuja agradeceu os 576.993 eleitores que votaram nele na primeira etapa do pleito eleitoral, citando que venceu em 66 das 79 cidades do Estado. Expôs o vídeo do presidenciável do PSL, Jair Bolsonaro, em que declara apoio ao tucano.

Disse, ainda, que o partido junto com as coligações conseguiram eleger Nelsinho Trad (PTB) senador, formou a maior bancada federal, além da ex-vice-governadora do Estado pelo PSDB, Rose Modesto, que foi a mais votada entre os que se elegeram deputado federal.

Reinaldo também aproveitou para dizer que a vitória no 1º turno é das 67 mil pessoas que fizeram cirurgia pela Caravana da Saúde, dos 15 mil que conseguiram casa por meio de seus programas, dos 5 mil jovens que fazem faculdade com o Vale Universidade, além dos 40 mil que recebem Vale Renda.

No fim do programa, o governador fala que "chegou a hora da verdade" e confrontar os projetos no 2º turno. Lembrou que terá diálogo com o presidente, em um cenário com Bolsonaro sendo eleito.

Já o programa de Odilon de Oliveira inicia com música de campanha e paisagens naturais de Mato Grosso do Sul. O candidato começa a falar que decidiu se candidatar depois de ouvir uma mãe com anseios de um Estado melhor, com "mais segurança, mais esperança".

Na sequência, são citadas qualidades de Odilon, como "firmeza, homem simples e de boa fé, de coragem". Quase no fim do programa, o postulante afirma que se tornou candidato de tanto ouvir pessoas dizendo que era preciso mudar. "Decidi aceitar a missão". Agradeceu também os 408.969 eleitores que votaram nele no 1º turno.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions