A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2018

04/11/2014 10:56

Reinaldo define os primeiros nomes da equipe de transição

Aline dos Santos
Reinaldo Azambuja se disse preocupado com  pacote de bondades (Foto: Marcos Ermínio)Reinaldo Azambuja se disse preocupado com "pacote de bondades" (Foto: Marcos Ermínio)

Governador eleito, Reinaldo Azambuja (PSDB) definiu os primeiros nomes da equipe de transição. Vão integrar o grupo Carlos Alberto Assis (presidente do PSDB em Campo Grande), Sérgio De Paula (coordenador da campanha no interior), Ednei Marcelo Miglioli (coordenador geral da campanha) e professora Rose Modesto (vice-governadora eleita). Tradicionalmente, participantes da equipe de transição ocupam cargos no primeiro escalão do governo.

Em entrevista concedida ao Campo Grande News direto de Brasília, onde cumpre agenda hoje e amanhã, Azambuja também afirmou que a equipe de transição vai atuar secretaria por secretaria e que o perfil de seu secretariado será uma mescla de técnico com político. O governador eleito promete novidades, com escolha de pessoas de fora do círculo político.

Após participar de reunião ontem com o governador André Puccinelli (PMDB), Azambuja se mostrou preocupado com o cenário econômico. 

Carlos Alberto Assis é nome confirmado na equipe de transição. (Foto: Marcos Ermínio)Carlos Alberto Assis é nome confirmado na equipe de transição. (Foto: Marcos Ermínio)

Segundo o tucano, há o aumento da folha, pois tem reajustes escalonados para o próximo ano; e decisão de ampliar o teto do Simples (sistema de tributação diferenciado), que retira R$ 1 milhão por mês da receita do Estado.

“Não é reprovável, fazia parte da proposta de campanha porque atende a micro e pequena empresa”, diz Azambuja. A preocupação é com o impacto financeiro da iniciativa, que classificou como “pacote de bondades do André”.

Nesta terça-feira, ele tem reunião com o senador Aécio Neves (PSDB), segundo colocado na eleição para presidente. Amanhã, o governador eleito discute orçamento com a bancada federal e também vai à reunião da Executiva nacional do PSDB.

Até o dia 15 deste mês, Reinaldo Azambuja deixa a Câmara Federal, onde é deputado e tem mandato até dezembro. A vaga será assumida por Sérgio Assis (PSB).



Parece que o "pacote de bondades" ao ser aberto trará mais surpresas do que se pode imaginar, afinal sete anos de pão e água, e agora no final de oito, a torneira está prestes a jorrar leite e mel; e pode-se, tranquilamente, com a vice que é professora, procurar um sinônimo mais adequado ao pacote; sugiro ' Bomba relógio"; que tal? Duram-se com um aquário, digo, com um barulho desses.
 
ArIete em 04/11/2014 20:08:45
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions