ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  16    CAMPO GRANDE 20º

Política

Reinaldo engrossa lista de governadores que cobram verdade sobre ICMS

Chefes de Estado afirmam que não aumentaram tributo regional nos últimos 12 meses

Por Gabriela Couto | 20/09/2021 11:31
Governador Reinaldo Azambuja (PSDB) assinou carta cobrando verdade sobre ICMS dos combustíveis do governo federal. (Foto Marcos Maluf)
Governador Reinaldo Azambuja (PSDB) assinou carta cobrando verdade sobre ICMS dos combustíveis do governo federal. (Foto Marcos Maluf)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) assinou nota conjunta com outros 19 governadores sobre o preço dos combustíveis. No documento, ele e outros chefes de Estado afirmam que não aumentam o ICMS (Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias) de combustíveis há 12 meses.

“Os governadores dos entes federados brasileiros signatários vêm a público esclarecer que, nos últimos 12 meses, o preço da gasolina registrou um aumento superior a 40%, embora nenhum estado tenha aumentado o ICMS incidente sobre os combustíveis ao longo desse período”, pontua.

A parte mais agressiva do documento cobra sinceridade e transparência por parte do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). “Essa é a maior prova de que se trata de um problema nacional, e não somente de uma unidade federativa. Falar a verdade é o primeiro passo para resolver um problema”, concluíram.

Apenas sete governadores não assinaram o documento, são eles: Ratinho Junior (PSD-PR), Marcos Rocha (PSL-RO), Wilson Lima (PSC-AM), Gladson Cameli (PP-AC), Antonio Denarium (PSL-RR), Carlos Moisés (sem partido-SC) e Mauro Carlesse (PSL-TO).

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário