ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUINTA  02    CAMPO GRANDE 29º

Cidades

Três frentes aceleram pavimentação de 113 km de rodovias em MS

Ramal rodoviário se integrará a Rota Bioceânica e encurtará o caminho para os portos do Chile

Por Gabriel Neris | 20/09/2021 07:44
Caminhões e maquinário aceleram ritmo em trecho da MS-382 (Foto: Saul Schramm)
Caminhões e maquinário aceleram ritmo em trecho da MS-382 (Foto: Saul Schramm)

O governo do Estado está acelerando três frentes de obras de pavimentação asfáltica nas regiões sudoeste e sul para criação de um ramal rodoviário que se integrará a Rota Bioceânica e encurtará o caminho para os portos do Chile.

Desta forma estão sendo criadas novas rotas de escoamento da produção e também diminuindo a distância entre os municípios de Guia Lopes da Laguna e Jardim com Antônio e Ponta Porã.

De acordo com a Seinfra (Secretaria Estadual de Infraestrutura), estão sendo investidos R$ 260 milhões para obras que interligam as rodovias MS-382, MS-166 e MS-270, somando mais de 113 km. Esse entroncamento também estará ligado aos trevos com a BR-060 e BR-267.

“São importantes investimentos em logística que dão competitividade aos produtores sul-mato-grossenses e encurta distâncias. A ampliação da malha pavimentada melhora as condições de produção de todos, do pequeno, médio e grande produtor, assim como dos assentados, beneficiando uma região que será corredor de escoamento de commodities aos portos de Porto Murtinho e à Bioceânica”, disse o governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

Maquinário trabalhando na pista da MS-166 (Foto: Saul Schramm)
Maquinário trabalhando na pista da MS-166 (Foto: Saul Schramm)

De acordo com a Seinfra, a primeira etapa de pavimentação da MS-382 atingiu mais de 50% do serviço concluído. Já foram concluídos 20 km de pavimento e outros 10 km estão com pessoal e maquinário com trabalho de terraplanagem.

A mesma empresa responsável, a Bandeirantes, venceu a licitação do segundo trecho, que vai até a MS-166, e aguarda autorização da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) para início das obras.

A partir das MS-166 serão duas frentes de trabalho em direções opostas entre o distrito Cabeceira do Apa e Copo Sujo, somando 34 km que integram a MS-382 e MS-270. Na outra ponta da MS-166, entre Nioaque e Maracaju, o governador Reinaldo Azambuja já autorizou a pavimentação de 37,5 km entre as BR-060 e BR-267.

“São investimentos estratégicos associados ao novo momento que Mato Grosso do Sul, no qual estamos vendo uma mudança produtiva nessa região totalmente visível e que vai avançar cada vez mais, porque ao investir nessas rodovias estamos trazendo mais competitividade para MS. Este novo eixo interligando esses 113 quilômetros vai trazer benefícios diretos não apenas à região como a todo o Estado”, diz o secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário