A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

05/09/2016 12:52

Rose tem parte do programa eleitoral cortado por usar recursos gráficos

Ricardo Campos Jr.

A propaganda de Rose Modesto (PSDB) no horário eleitoral desta segunda-feira (5) teve um corte de 2 minutos e 32 segundos por decisão da Justiça Eleitoral. A candidata tucana, detentora do maior tempo entre os 15 concorrentes, foi punida pelo uso de recursos gráficos, o que é proibido pela legislação vigente. Com a redução, o programa durou somente 1 minuto e 12 segundos.

O processo foi aberto pelo candidato Marcos Trad (PSD). Na semana passada, a juíza Eucélia Moreira Cassal, responsável pelo caso, determinou em caráter liminar que o material questionado não fosse mais veiculado.

Eles compreendem uma seta que aparece voando sobre imagens aéreas da Capital e um cenário virtual com veículos sem motorista.

A defesa da candidata alega que os vídeos em questão não foram feitos por computador. Segundo os advogados, o primeiro caso corresponde à vinheta de abertura da propaganda, o que seria permitido. No caso dos veículos, o motorista acabou ofuscado pela iluminação, não sendo possível notá-lo.

Entretanto, Eucélia não acatou as alegações. “A inobservância do disposto neste artigo sujeita o partido ou coligação à perda de tempo equivalente ao dobro do usado na prática do ilícito”, sustentou a magistrada.

Como o material irregular teve duração total de 1 minuto e 16 segundos, a punição alcançou 2 minutos e 32 segundos.

A assessoria de imprensa de Rose afirmou que os advogados irão recorrer da decisão. 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions