ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 23º

Política

Sancionada lei que autoriza memorial em homenagem aos mortos pela covid-19

Projeto aprovado denomina memorial como "Apóstolo Edilson Vicente da Silva", pai de vereador morto pela covid

Por Silvia Frias | 20/07/2021 11:21
Pastor, pai do vereador, morreu em 2020, aos 61 anos, depois de um mês internado por covid-19 (Foto/Divulgação)
Pastor, pai do vereador, morreu em 2020, aos 61 anos, depois de um mês internado por covid-19 (Foto/Divulgação)

O projeto que prevê a criação de memorial em homenagem aos mortos da covid-19 foi sancionado pela prefeitura de Campo Grande e será denominado “Apóstolo Edilson Vicente da Silva”, pai do vereador Epaminondas Vicente Silva Neto, conhecido como Papy.

O projeto foi aprovado em sessão da Câmara Municipal no dia 25 de junho. Edilson Vicente da Silva era pastor da igreja El Shaddai Comunidade Cristã e morreu em agosto de 2020, aos 61 anos, após quase um mês de internação na UTI Covid do Hospital Regional Rosa Pedrossian.

A lei sancionada foi publicada na edição de hoje do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) autoriza o Poder Executivo a criar o memorial. O espaço tem como objetivo “guardar a memória dos cidadãos e prestar homenagem às vítimas”, oferecendo local para isso.

Sendo criado, o memorial deverá ter a foto, nome completo e data de morte do homenageado. O local ainda será definido pelo Poder Executivo.

Ao sancionar a lei, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) vetou dois artigos: o que previa a criação de Memorial Virtual na página oficial da prefeitura e o que determinava que as despesas correrão por conta das dotações orçamentárias do Executivo, suplementadas se necessário.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário